Potencial de desenvolvimento regional através do reaproveitamento dos resíduos do beneficiamento do arroz no Rio Grande do Sul

Autores

  • Ritiele Eduarda de Lima Universidade Federal do Rio Grande (FURG/RS).
  • Fernanda Cabral Borges Professora da Universidade Federal do Rio Grande (FURG/RS).
  • Juliana da Silveira Espindola Professora da Universidade Federal do Rio Grande (FURG/RS).
  • Alex Leonardi Professor da Universidade Federal do Rio Grande (FURG/RS).

Palavras-chave:

Beneficiamento de Arroz; Concentração de Mercado; Reaproveitamento de resíduos; Disponibilidade de resíduos.

Resumo

O estado do Rio Grande do Sul é o maior produtor e beneficiador de arroz no país, liderando também a geração de resíduos sólidos do beneficiamento de arroz. Os resíduos do beneficiamento configuram um problema para as empresas devido aos custos e dificuldades associadas à correta destinação. O reaproveitamento de resíduos é uma solução sustentável para essa questão, diminuindo os impactos ambientais e econômicos decorrentes da sua produção, sendo uma oportunidade para o desenvolvimento da agroindústria local, através da agregação de valor na cadeia, com potenciais impactos sociais. Nesse contexto, este trabalho tem como objetivo uma análise para o potencial de reaproveitamento dos resíduos do beneficiamento do arroz no Estado através da caracterização do beneficiamento, análise da concentração desse mercado e mapeamento da disponibilidade desses resíduos. Os resultados obtidos mostram uma estrutura de mercado concorrencial entre as agroindústrias do setor e revelam que existe abundante disponibilidade dos resíduos do beneficiamento no Estado, os quais encontram-se disponíveis de forma descentralizada em pequenas e grandes empresas. Esses resultados apontam para o grande potencial de reaproveitamento dos resíduos na geração de energia e novos produtos regionalmente, promovendo o desenvolvimento das regiões com emprego, renda e sustentabilidade. A seleção de rotas tecnológicas que permitam o adequado aproveitamento dos resíduos localmente é o principal desafio para o desenvolvimento desse setor. As rotas termoquímicas destacam-se pela sua simplicidade, baixo custo e possibilidade de serem integradas aos processos térmicos das próprias usinas de beneficiamento de arroz.

Biografia do Autor

Ritiele Eduarda de Lima, Universidade Federal do Rio Grande (FURG/RS).

Graduanda em Engenharia Agroindustrial Agroquímica (FURG/RS). 

Fernanda Cabral Borges, Professora da Universidade Federal do Rio Grande (FURG/RS).

Doutorado em Engenharia Química (UFRGS).

Juliana da Silveira Espindola, Professora da Universidade Federal do Rio Grande (FURG/RS).

Doutorado em Engenharia Química (UFRGS).

Alex Leonardi, Professor da Universidade Federal do Rio Grande (FURG/RS).

Doutorado em Agronegócios (UFRGS). 

Email: 

Referências

BAIOCCHI, M. L. M. Aproveitamento de subproduto do beneficiamento de arroz: desenvolvimento de farinha modificada como alternativa para a indústria de panificação. 2011. 103 f. (Dissertação de Mestrado) - Ciência e Tecnologia de Alimentos, Universidade Federal de Goiás, Goiânia.

CAMPOS, G.S. Avaliação do aproveitamento energético da casca de arroz: um estudo de caso no município de Santo Antônio da Patrulha. 2016. 55 f. (Trabalho de Conclusão de Curso) - Engenharia Agroindustrial Agroquímica, Universidade Federal do Rio Grande, Santo Antônio da Patrulha.

CAMPOS, G.S.; BORGES, F.C.; PLATT, G.M.; ESCOBAR, M. ESPINDOLA, J.S. Rice husk for thermoelectric generation: a case study in Santo Antônio da Patrulha – RS. 2019. In: I Congresso Brasileiro de Engenharia de Sistemas e Processos - PSE-BR. 2019.

CANALRURAL. Arroz: produtividade no RS está acima da média história, diz Irga. Disponível em: <https://www.canalrural.com.br/noticias/agricultura/arroz/arroz-produtividade-rs-safra-21/>. Acesso em 15 abr. 2021.

CARVALHO, L. H. D.; AGUIAR, D. R. D. Concentração de mercado e poder de monopsônio na indústria brasileira de esmagamento de soja. 2005.

CASTOR, K. D. S. Estrutura de mercado: concentração e concorrência no sistema bancário brasileiro entre 2002 e 2012. 2013. 65 f. (Monografia de Graduação) - Instituto de Economia, Universidade Federal do Rio de Janeiro.

CHAUD, L. C. S.; ARRUDA, P. V.; DE ALMEIDA FELIPE, M. D. G. Potencial do farelo de arroz para utilização em bioprocessos. Nucleus, 6, n. 2, p. 1-14, 2009.

COELHO JUNIOR, L. M. Concentração regional do valor bruto de produção da banana do Paraná, Brasil (1995 a 2010). Ciência Rural, 43, n. 12, p. 2304-2310, 2013.

COMPANHIA NACIONAL DE ABASTECIMENTO – CONAB. Acompanhamento da safra brasileira grãos. v.6 – Safra 2018/2019 – Décimo segundo levantamento, Brasília, p.1-126, 2019a. Disponível em: <https://www.conab.gov.br>

COMPANHIA NACIONAL DE ABASTECIMENTO - CONAB. Perspectivas para a agropecuária. v. 7, p. 102, 2019b. Disponível em: <https://www.conab.gov.br/perspectivas-para-a-agropecuaria>. Acesso em 20 nov. 2020.

COSTA FILHO, D. V. et al. Aproveitamento de resíduos agroindustriais na elaboração de subprodutos. In: II Congresso Internacional das Ciências Agrárias–COINTER–PDVAgro. 2017.

FERNANDES, I. J.; DOS SANTOS, E. C.; OLIVEIRA, R.; REIS, J. M. et al. Caracterização do resíduo industrial casca de arroz com vistas a sua utilização como biomassa. 6º Fórum Internacional de Resíduos Sólidos, 2015.

FERREIRA, C. S. Desenvolvimento do processo de obtenção de filme polimérico a partir da cinza da casca de arroz. 2005. 88 f. (Dissertação de Mestrado) - Engenharia Química, Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC, FLorianópolis.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA – IBGE. Disponível em: <https://sidra.ibge.gov.br/home/lspa/rio-grande-do-sul>. Acesso em 20 nov. 2020.

INSTITUTO RIO GRANDENSE DO ARROZ - IRGA. Ranking beneficiamento das 50 maiores indústrias de arroz. Disponível em: <http://www.irga.rs.gov.br/>. Acesso em 20 nov. 2020.

KON, A. Economia industrial. NBL Editora, 1994. 8521307802.

LORENZETT, D. B.; NEUHAUS, M.; SCHWAB, N. T. Gestão de resíduos e a indústria de beneficiamento de arroz. Revista Gestão Industrial, 8, n. 1, p. 219-232, 2012.

MAGALHÃES, M. F.; FONSECA, M. V. D. A.; RUSSO, M.; SANTOS, E. T. G. Estruturas de Mercado: a proposta de uma nova taxonomia. Sociedade, Contabilidade e Gestão, 3, n. 2, 2010.

MARADINI FILHO, A. M.; MENDONÇA, L. O.; DA SILVEIRA MENDITI, N.; DE CARVALHO, R. V. et al. Aproveitamento de resíduos agroindustriais. In: Vice-reitor, 2020. v. 29075, p. 287.

MAYER, F. D. Aproveitamento da casca de arroz em uma micro central termoelétrica avaliação dos impactos econômicos e ambientais para o setor arrozeiro do rio grande do sul. 2009. 147 f. (Dissertação de Mestrado) - Engenharia de Produção, Universidade Federal de Santa Maria.

MEDEIROS, E. N. M. D. Uso da técnica de planejamento experimental para otimização de massa cerâmica com a incorporação de resíduos de cinza de casca de arroz, cinza de lenha e lodo de ETA. 2010. 166 f. (Tese de Doutorado) - Engenharia Civil, Universidade de Brasília - UnB, Brasília.

MIGUELIS, P. M. F. Avaliação do emprego de biomassas vegetais como processo alternativo no tratamento do efluente gerado no baneficiamento do arroz parboilizado. 2012. 79 f. (Monografia de Graduação) - Engenharia Química, Universidade Federal do Pampa.

PLANETAARROZ. Irga divulga ranking das indústrias de arroz por beneficiamento no RS. Disponível em: <https://www.planetaarroz.com.br/noticias/20329/Irga_divulga_ranking_das_industrias_de_arroz_por_beneficiamento_no_RS>. Acesso em 18 jan. 2021.

PROGRAMA DAS NAÇÕES UNIDAS PARA O MEIO AMBIENTE – UNEP. COVID-19 e mudança no clima afetam cadeia produtiva de arroz e seus agricultores. Disponível em: <https://www.unenvironment.org/pt-br/noticias-e-reportagens/reportagem/covid19-e-mudanca-do-clima-afetam-cadeia-produtiva-de-arroz-e>. Acesso em 11 jan. 2021.

RIGON, M. R. Avaliação ambiental do uso da casca de arroz como biomassa para fins energéticos e do coproduto cinza aplicado ao concreto. 2015. 124 f. (Dissertação de Mestrado) - Engenharia Civil, Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

SCHMIDT, C. A. J.; LIMA, M. A. Índices de concentração. Série de documentos de trabalho, n. 13, 2002.

SOUSA, J. V. Industrialização e gestão de resíduos de arroz no Brasil. 2019. 32 f. (Monografia de Graduação) - Engenharia de Alimentos, Universidade Federal de Uberlândia, Patos de Minas.

SOUZA, M. C. C. D. Concentração industrial em quatro ramos industriais. Revista de Administração de Empresas, 20, n. 4, p. 27-43, 1980.

SPADOTTO, C. A.; RIBEIRO, W. C. Gestão de resíduos na agricultura e agroindústria. Botucatu: FEPAF, 2006., 2006. 8598187046.

WALTER, M. Composição química e propriedades antioxidantes de grãos de arroz com pericarpo marrom-claro, vermelho e preto. 2009. 121 f. (Tese de Doutorado) - Agronomia, Universidade Federal de Santa Maria.

Downloads

Publicado

2022-03-15