Perfil das cooperativas agropecuárias no Noroeste de Minas Gerais

Autores

  • Elias Rodrigues de Oliveira Filho Professor do Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Norte de Minas Gerais (IFNMG). https://orcid.org/0000-0001-9578-7114
  • João Soares Neto Professor do Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Norte de Minas Gerais (IFNMG).

DOI:

https://doi.org/10.26767/coloquio.v19i1,%20jan/mar.2374

Palavras-chave:

Cooperativas. Noroeste de Minas. Minas Gerais. Desenvolvimento regional.

Resumo

No Brasil a expansão das cooperativas tem concepção econômica, pois expressa o esforço de reduzir custos e ampliar as possibilidades no mercado altamente competitivo. Em Minas Gerais, especificamente nos municípios do Noroeste de Minas é significativa à organização coletiva através de cooperativas no ramo agropecuário, seja de grandes, médios e pequenos produtores, reflexo da base econômica centrada na produção de grãos, leite e derivados. Neste contexto, este artigo tem por objetivo apresentar o perfil de algumas cooperativas agropecuárias do Noroeste de Minas. Para tanto, fez-se pesquisa bibliográfica e de dados. Os resultados apontam que as cooperativas exercem importante participação direta e indireta na conjuntura social e econômica dos munícipios, geram emprego, promovem melhorias socioambientais, revitalizam áreas degradadas, enfim, exercem papel social com princípios bem definidos.

Biografia do Autor

Elias Rodrigues de Oliveira Filho, Professor do Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Norte de Minas Gerais (IFNMG).

Doutorado em Desenvolvimento Regional (UNISC). 

João Soares Neto, Professor do Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Norte de Minas Gerais (IFNMG).

Mestrado em Zootecnia (UFRRJ).

Referências

BARROS, L. C.; RIBEIRO, P. E. de A. Barraginhas: água de chuva para todos. Brasília (DF): Embrapa Informação Tecnológica, 2009. 49 p.

BRASIL. AGÊNCIA NACIONAL DE ÁGUAS. Levantamento da agricultura irrigada por pivôs centrais no Brasil. Brasília(DF): ANA, 2019. 49 p.

CAPUL. COOPERATIVA AGROPECUÁRIA DE UNAÍ LTDA. Dados da CAPUL. 2021. Disponível em <http://capul.coop.br/institucional/a-cooperativa/>. Acesso em 09/01/2021.

CARVALHO, M. da C. A. M. de. Paracatu: Morro do Ouro. São Paulo, Ed. Abril S. A., 1992. 66 p.

CENTRAL DO CERRADO. Dados da COOPERFAN. 2021. Disponível em <https://www.centraldocerrado.org.br/> . Acesso em 14/01/2021.

COAGRIL. COOPERATIVA AGRÍCOLA DE UNAÍ. Relatório anual 2019. 2021. Disponível em << https://www.coagril.coop.br/relatorio-anual-2019/>>. Acesso em 01/01/2021.

COOPERVAP. COOPERATIVA AGROPECUÁRIA DO VALE DO PARACATU. Dados da COOPERVAP. 2021. Disponível em <<http://www.coopervap.com.br/>>. Acesso em 14/01/2021

COPABASE. COOPERATIVA DE AGRICULTURA FAMILIAR SUSTENTÁVEL COM BASE NA ECONOMIA SOLIDÁRIA LTDA. Dados da COPABASE. 2021. Disponível em << <https://www.copabase.org/>. Acesso em 10/01/2020.

IBGE. INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Divisão regional do Brasil em mesorregiões e microrregiões geográficas. Rio de Janeiro, 1990. Disponível em: <http://biblioteca.ibge.gov.br/>. Acesso: 05/01/2021.

________. Censo Demográfico de 2010. Rio de Janeiro (RJ): IBGE, 2010.

________. Estimativas da população de 2020, área e ano de instalação do Noroeste de Minas. 2020. Disponível em <<https://cidades.ibge.gov.br/>. Acesso: 05/01/2021

FERREIRA, F. P. M.; et al. População e políticas públicas: tendências e cenários para Minas Gerais. IN. Cadernos BDMG. Belo Horizonte (MG): BDMG, n. 21, p. 55-85, out. 2012.

FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DE MINAS GERAIS – FIEMG. Perspectivas de desenvolvimento socioeconômico do Alto Paranaíba e Noroeste de Minas Gerais. Belo Horizonte: FIENMG, 2017.

FUNDAÇÃO JOÃO PINHEIRO – FJP. DIRETORIA DE ESTATÍSTICA E INFORMAÇÕES -DIREI. Produto Interno Bruto dos Municípios de Minas Gerais de 2016. Belo Horizonte: FJP, 2018.

________. Produto Interno Bruto dos Municípios de Minas Gerais de 2017. Belo Horizonte: FJP, 2020.

FRANTZ, W. Associativismo, cooperativismo e economia solidária. Ijuí (RS): Editora Unijuí, 2012. 162 p.

OCB - ORGANIZAÇÃO DAS COOPERATIVAS BRASILEIRAS. Anuário do Cooperativismo brasileiro. Brasília (DF): Sistema OCB, 2019. 122 p.

Downloads

Publicado

2021-12-30

Edição

Seção

Artigos