Emprego formal e exportação: o caso da soja na região sul do Brasil

Autores

  • Ezequiel Henrique Hedlund Programa de Pós-Graduação em Políticas Públicas e Desenvolvimento na Universidade Federal da Integração Latino-Americana (UNILA)
  • André Vinicius Marujo Programa de Pós-Graduação em Políticas Públicas e Desenvolvimento na Universidade Federal da Integração Latino-Americana (UNILA)
  • Ana Julya de Melo Programa de Pós-Graduação em Políticas Públicas e Desenvolvimento na Universidade Federal da Integração Latino-Americana (UNILA).

DOI:

https://doi.org/10.26767/colóquio.v18i4.2221

Resumo

O estudo tem como objetivo analisar a empregabilidade formal do cultivo de soja no Sul do Brasil de 2006 a 2016, a fim de comparar o progresso das exportações da soja do mesmo período aos resultados que serão apresentados. Os fundamentos teóricos são baseados em estudos sobre a teoria da base de exportação, adotando nesta abordagem uma estatística descritiva para análise dos dados coletados. A teoria da Base de Exportação entende que a maneira de alcançar o desenvolvimento de uma região deve começar impulsionando as exportações, fomentando novos setores, multiplicando a renda e criando novos empregos. No entanto, a pesquisa concluiu que essa premissa não foi observada no cultivo de soja na região sul durante o período analisado. Entre 2006 e 2016, a região sul sofreu uma queda de 21% nos postos de trabalho formais, enquanto as exportações tiveram um aumento exponencial pautado no crescimento da área cultivada e da produtividade cada vez maior. Tal explicação é respaldada em dois pontos principais que abarcam a modernização e informalidade no emprego agrícola.

Biografia do Autor

Ezequiel Henrique Hedlund, Programa de Pós-Graduação em Políticas Públicas e Desenvolvimento na Universidade Federal da Integração Latino-Americana (UNILA)

Mestrando do Programa de Pós-Graduação em Políticas Públicas e Desenvolvimento na Universidade Federal da Integração Latino-Americana (UNILA)

André Vinicius Marujo, Programa de Pós-Graduação em Políticas Públicas e Desenvolvimento na Universidade Federal da Integração Latino-Americana (UNILA)

Mestrado em Políticas Públicas e Desenvolvimento (UNILA).

Ana Julya de Melo, Programa de Pós-Graduação em Políticas Públicas e Desenvolvimento na Universidade Federal da Integração Latino-Americana (UNILA).

Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Políticas Públicas e Desenvolvimento da Universidade Federal da Integração Latino-Americana (UNILA).

Referências

ABAG, Associação Brasileira de Agronegócio. O futuro da soja nacional. Impactos socioeconômicos da Ferrugem Asiática na cadeia da soja nos próximos dez anos, 2015. Disponível em: <http://www.abag.com.br/media/images/0-futuro-da-soja-nacional---ieag---abag.pdf>. Acesso em: 06/07/19.

AEC. Atlas Da Complexidade Econômica. Acessado em: 23/05/2019. Disponível em: http://atlas.cid.harvard.edu.

BELLATO, M. A.; FONTANA, Denise Cybis. El niño e a agricultura da região Sul do Brasil. Passo Fundo: Embrapa, 2011.

BERNARDELLI, Luan Vinicius et al. A Formalização do Trabalho na Agricultura: uma análise das microrregiões do Estado do Paraná. Revista Paranaense de Desenvolvimento-RPD, v. 39, n. 135, p. 47-67, 2018.

BEZERRA, Juscelino Eudâmidas; ELIAS, Denise. Difusão do trabalho agrícola formal no Brasil e sua dinâmica multiescalar. Investigaciones geográficas, n. 76, p. 104-117, 2011.

EMBRAPA, Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária. Soja em números. Disponível:<https://www.embrapa.br/soja/cultivos/soja1/dados-economicos>. Acesso em 06/07/2019.

JÚNIOR, Valdemar João Wesz. O mercado da soja no Brasil e na Argentina: semelhanças, diferenças e interconexões. Século XXI: Revista de Ciências Sociais, v. 4, n. 1, p. 114-161, 2014.

KAGEYAMA, Angela; BERGAMASCO, Sonia MP. A estrutura da produção no campo em 1980. Perspectivas: Revista de Ciências Sociais, 1989.

LIMA, E. C; LIMA, E. P. C; EVAS, I. M; TEIXEIRA, M. S. G. Teoria da base da exportação e a sua relação com o desempenho econômico: o caso do estado de Santa Catarina. Textos de Economia, Florianópolis, v.16, n.1, p.95-116, jan./jun.2013.

MATTEI, LAURO. Emprego agrícola: cenários e tendências. Estud. av., São Paulo , v. 29, n. 85, p. 35-52, Dez. 2015 . Disponivel em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-40142015000300004&lng=en&nrm=iso>. Acesso em 13 de agosto de 2019.

NORTH, D. C. Teoria da localização e crescimento econômico regional. In SCWARTZMAN, J. Economia Regional. Textos escolhidos. Belo Horizonte: Cedeplar, 1977.

OLIVEIRA, G. B. O desenvolvimento das regiões: uma iniciação às estratégias de desenvolvimento regional e urbano. Curitiba: Protexto, 2008.

OLIVEIRA, Nilton Marques de; CARDOSO, Bárbara Françoise; STRASSBURG, Udo. Algumas considerações sobre a Base De Exportação das regiões brasileiras. Revista Interdisciplinar Científica Aplicada, Blumenau, v.10, n.1, p.66-80, TRI I 2016.

OLIVEIRA, Nilton Marques de; NÓBREGA, Adalmário Mendes; MEDEIROS, Messias Rodrigues. Desenvolvimento Econômico e Regional segundo a teoria da base de exportação. Revista Tocantinense de Geografia, v. 1, n. 01, 2012.

PIFFER, Moacir et al. A base de exportação e a reestruturação das atividades produtivas no Paraná. CUNHA, MS; SHIKIDA, PFA; ROCHA Jr. WF Agronegócio paranaense: Potencialidades e desafios. Cascavel: Edunioeste, p. 56-72, 2002.

REUTERS. Brasil pode superar EUA na produção de soja em 2019/20. Editora Abril: Exame, 2019. Disponível em: <https://exame.abril.com.br/economia/brasil-pode-superar-eua-na-producao-de-soja-em-2019-20/>. Acesso em 06/07/19.

RICHARDSON, H. W. Economia regional: teoria da localização, estrutura urbana e crescimento regional. Rio de Janeiro: Zahar, 1975.

SACHS, Ignacy. Inclusão social pelo trabalho decente: oportunidades, obstáculos, políticas públicas. Estud. av., São Paulo , v. 18, n. 51, p. 23-49, Aug. 2004.

SCHLESINGER, Sergio. Soja: o grão que segue crescendo. Grupo de Trabalho sobre Desenvolvimento e Meio Ambiente nas Américas, Documento de Discussão, v. 21, 2008.

SILVA, AC da; LIMA, EPC de; BATISTA, Henrique Rogê. A importância da soja para o agronegócio brasileiro: uma análise sob o enfoque da produção, emprego e exportação. V Encontro de Economia Catarinense, 2011.

SIMÕES, Rodrigo Ferreira; LIMA, Ana Carolina da Cruz. Teorias do desenvolvimento regional e suas implicações de política econômica no pós-guerra: o caso do Brasil. Belo Horizonte: Cedeplar, 2009.

SOUZA, N. J. Conceito e aplicação da teoria da base econômica. Perspectiva econômica, UNISINOS. São Leopoldo, RS. v. 10, n. 25, de p. 117-130, março 1980.

TEIXEIRA, J. C. Modernização da agricultura no Brasil: impactos econômicos, sociais ambientais. Revista Eletrônica da Associação dos Geógrafos Brasileiros, Três Lagoas-MS, v.1, n.2, p.21-42, 2005.

WREGE, Marcos Silveira et al. Atlas climático da região sul do Brasil: estados do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Pelotas: Embrapa Clima Temperado; Colombo: Embrapa Florestas, 2012.

Downloads

Publicado

2021-10-01

Edição

Seção

Artigos