Migrações em espaços contemporâneos: integração ou pluralismo cultural

Vania Herédia

Resumo


O presente estudo traz para a discussão o tema das migrações internacionais recentes que se diferenciam das migrações históricas numa cidade que foi constituída por processos migratórios no final do século XIX. Propõe uma reflexão sociológica acerca do pluralismo cultural que geram, ao invés da integração pelo processo de assimilação ocorrido no passado. A pesquisa exploratória, de natureza qualitativa, utiliza como referencial teórico autores que estudam as migrações como Sayad (1998), Ambrosini (2011), Trindade (2006), Elias e Scotson (2000) e Santos (2005). Os resultados apresentados nasceram de uma pesquisa que foi realizada pelo Núcleo de Estudos Migratórios da Universidade de Caxias do Sul em parceria com o Centro de Atendimento ao Migrante (CAM) que traçou o perfil de grupos étnicos que se instalaram na cidade de Caxias do Sul/RS e fizeram registro no CAM entre 2014-2018. A análise descritiva mostra que cada grupo étnico possui um perfil distinto, e que, independente da etnia existem dificuldades de inserção em cidades que foram também constituídas por migrações antigas. As condições sociais que caracterizaram cada grupo étnico evidenciam a presença de preconceitos culturais que os migrantes internacionais, principalmente os senegaleses e haitianos enfrentaram numa terra de migrantes históricos. A contribuição do estudo mostra que as dinâmicas migratórias são distintas enquanto muitas situações que o estrangeiro enfrenta sejam semelhantes.

Texto completo:

PDF

Referências


ALCÂNTARA, P. I. M. Novas fronteiras: um olhar sobre a migração haitiana para o Brasil. Brasília: Universidade de Brasília, 2014.

AMBROSINI, Maurizio. Sociologia delle migrazioni. 2. Ed. Bologna: Mulino, 2011.2.

BARBOSA, Lorena S. Imigrantes haitianos no Rio Grande do Sul: uma etnografia de sua inserção no contexto sociocultural brasileiro. 2015. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2015.

ELIAS, Norbert, SCOTSON, John L. Os estabelecidos e os outsiders. Rio de Janeiro: Zahar, 2000.

HERÉDIA, Vania B.M. Migrações internacionais: o caso dos senegaleses no sul do Brasil. Caxias do Sul: Quatrilho, 2015.

SANTOS, B. S. S. A globalização e as ciências sociais. 3. ed. São Paulo: Cortez, 2005.

SAYAD, Abdelmaleck. A Imigração ou os paradoxos da alteridade. São Paulo: Edusp, 1998.

TEDESCO, João Carlos; GRZYBOVSKI, Denise. Dinâmicas migratórias dos senegaleses no norte do Rio Grande do Sul. In: R. Bras. Est. Pop., Rio de Janeiro, v. 30, n. 1, p. 317-324, jan./jun. 2013.

UEBEL, Roberto Rodolfo Georg. Panorama e perfil da imigração senegalesa no Rio Grande do Sul no início do século XXI. In: Boletim Geográfico do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, n. 28, p. 56-77, set. 2016.

TRINDADE, Maria Beatriz Rocha. Recriação de identidades em contextos de migração. In: LUCENA, Célia Toledo; GUSMÃO, Neusa Maria Mendes de (orgs.) Discutindo identidades. São Paulo: Humanitas/CERU/2006, p.75-90.




DOI: https://doi.org/10.26767/coloquio.v16i3.1301

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.