REDES DE COOPERAÇÃO: UMA ANÁLISE DESCRITIVA SOBRE A INFLUÊNCIA CONTÁBIL E FINANCEIRA EM UMA LOJA DO RAMO DE MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO

Linara de Borba, Dorneles Sita Fagundes

Resumo


As redes de cooperação surgiram com a finalidade de colaborar com a estrutura de micro e pequenas empresas, adotando estratégias para elevar os ganhos e reduzir os gastos, por meio do trabalho em grupo. Assim, o associativismo busca ampliar horizontes com preços mais atrativos. Diante desse contexto, este estudo busca apresentar o impacto contábil e financeiro que uma loja de materiais de construção pode evidenciar, mediante adesão a uma rede de cooperação. Para um melhor detalhamento, definem-se como objetivos específicos identificar, analisar e verificar os impactos, as vantagens e a influência na composição do preço de compra dos produtos. O objeto de pesquisa é uma análise descritiva, qualitativa e quantitativa, a fim de expor informações cabíveis ao tema “redes de cooperação e suas vantagens contábeis e financeiras”. Com o intuito de atingir os objetivos propostos, foi realizada uma entrevista com a gestora da empresa estudada, na qual obtiveram-se as informações. Estas, posteriormente, foram analisadas e ordenadas, de maneira a compreender os conceitos existentes na literatura pesquisada. Os resultados apontam que fazer parte de uma organização dessa natureza torna possível estender a negociação junto a novos mercados. Além disso, pode potencializar a divulgação da marca, a perceptibilidade na comutação de ideias e, consequentemente, o aumento gradativo da loja, com a vantagem nos descontos que lhes são concedidos, preservando, sempre, o desenvolvimento da empresa.

Texto completo:

PDF

Referências


ADAM, Carla Regina. Proposição de indicadores para avaliação de desempenho de redes de cooperação. Dissertação (Mestrado - Programa de Pós Graduação em Engenharia da Produção) - Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2006.

AMATO NETO, J. Redes de cooperação produtiva e clusters regionais: oportunidade para as pequenas e médias empresas. São Paulo: Atlas, 2000.

______ (org). Rede entre organizações: domínio do conhecimento e da eficácia operacional. São Paulo: Atlas, 2005.

BALESTRIN, Alsones; VARGAS, Lilia Maria. A dimensão Estratégica das Redes Horizontais de PMes: Teorizações e Evidências. RAC – Revista de Administração Contemporânea. Curitiba, v.8, p. 203-227, 2004. Edição especial.

______; VERSCHOORE, Jorge. Redes de cooperação empresarial: estratégias de gestão na nova economia. Porto Alegre: Bookman, 2008.

______. Redes de cooperação empresarial: estratégias de gestão na nova economia. 2. ed. Porto Alegre: Bookman, 2016.

______; VERSCHOORE, Jorge; ANTUNES, Junico. Gestão de redes de cooperação empresarial. In: ANTUNES, Junico; BALESTRIN, Alsones; VERSCHOORE, Jorge (Organizadores). Práticas de gestão de redes de cooperação. São Leopoldo: Unisinos, 2010.

BALESTRO, M. V. Características estruturais e mecanismos de governança: apontamentos conceituais. In: VERSCHOORE, Jorge Renato (Org.). Redes de cooperação: uma nova organização de pequenas e médias empresas no Rio Grande do Sul. Porto Alegre, 2004. p. 49-68.

BANKS, Marcus. Dados visuais para pesquisa qualitativa. São Paulo: Artmed, 0 2009.

BECKER, Dinizar F.; WITTMANN, Milton Luiz. Desenvolvimento Regional: abordagens interdisciplinares. Santa Cruz do Sul: Edunisc, 2008.

CARRÃO, A. M. R. Cooperação entre empresas de pequeno porte. Revista de Administração da USP, v. 39, n. 2, abr./jun., p. 186-195, 2004.

CAVALCANTI, Marcos; NEPOMUCENO, Carlos. O conhecimento em rede: como implantar projetos de inteligência coletiva. Rio de Janeiro: Elsevier, 2007.

FERES, Glórias Georges. Competência em Informação: Interface entre as Redes de Conhecimnto, Criatividade e Inovação. In: BELLUZZO, Regina Célia Baptista; FERES, Glórias Georges; VALENTIM Marta Lígia Pomim (org.). Redes de Conhecimento e Competência em Informação: interfaces da gestão, mediação e uso da informação. Rio de Janeiro: Interciência, 2015. p. 215-248.

FUSCO, José Paulo Alves. Cadeia de fornecimento e redes de empresas: abordagem metodológica para avaliação de competitividade. São Paulo: Arte Ciência, 2004.

GIL, Antônio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2002.

______. Métodos e técnicas de pesquisa social. 6. ed., São Paulo: Atlas, 2008.

KAPRON, Sérgio. Desenvolvimento e Participação. 2014. Disponível em:

sergio-kapron>. Acesso em: 27 abr. 2019.

MOZZATO, Anelise Rebelato; GOLLO, Silvana Saionara. Redes de Cooperação como vantagem Competitiva: Estudo de Caso de uma Rede de Supermercados no Rio Grande do Sul. Santa Cruz do Sul, v. 16, n.2, p. 227 – 252, maio/ago. 2011. Disponível em:. Acesso em 28 abr. 2019.

NAKANO, Davi Noboru. Fluxos de conhecimento em redes interorganizacionais: conceitos e fatores de influência. In: AMATO NETO, João (org). Redes entre organizações: domínio do conhecimento e da eficácia operacional. São Paulo: Atlas, 2005. p. 54-67.

OLAVE, Maria Elena León; AMATO NETO, João. A formação de redes de cooperação e clusters em países emergentes: uma alternativa para PMEs no Brasil. In: AMATO NETO, João (org.). Redes entre organizações: domínio do conhecimento e da eficácia operacional. São Paulo: Atlas, 2005. p. 68-93.

PRODANOV, Cleber Cristiano; FREITAS, Ernani Cesar de. METODOLOGIA DO TRABALHO CIENTÍFICO: Métodos e Técnicas da Pesquisa e do Trabalho Acadêmico. 2. ed. Novo Hamburgo: Universidade Feevale, 2013.

PEREIRA, Carlos Alberto Messeder; REIS, Patrícia. Comunicação, cultura e sustentabilidade: desenvolvimento sustentável nos APLs de Cabo Frio e Santo Antônio de Pádua. Rio de Janeiro: E-papers, 2008.

SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E TURISMO- SDET. Redes de cooperação. Disponível em:. Acesso em: 07 mar. 2019.

TEIXEIRA, Thiciane Mary Carvalho; COELHO, Tatiene Martins; YAFUSHI, Cristiana Aparecida Portero; ISHIKAWA, Maria Inês Garcia. Inovação e Desenvolvimento Social nas Organizações Contemporâneas sob o Espectro da Competência em Informação. In: BELLUZZO, Regina Célia Baptista; FERES, Glória Georges; VALENTIM, Marta Lígia Pomim (organizadoras). Redes de Conhecimento e Competência em Informação: interfaces da gestão, mediação e uso da informação. Rio de Janeiro: Interciência, 2015. p. 131-170.

THOMPSON JR., Artur A.; Strickland III, A. J.; GAMBLE, John E. Administração estratégica [recurso eletrônico]. Porto Alegre: AMGH, 2011.

VERSCHOORE, Jorge Renato de Souza. Redes de cooperação: concepções teóricas e verificações empíricas. In: VERSCHOORE, Jorge Renato de Souza (org.). Redes de cooperação: uma nova organização de pequenas e médias empresas no Rio Grande do Sul. Porto Alegre: FEE, 2004. p. 15-46.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.