A cadeia produtiva do leite e o cooperativismo nos assentamentos de reforma agrária da Fronteira Sul do Rio Grande do Sul

Dilani Silveira Bassan, Jorge Luiz Amaral de Moraes

Resumo


Este estudo analisa o potencial socioeconômico da cadeia produtiva do leite em um território rural gaúcho, localizado na fronteira do Brasil com o Uruguai, com 145 assentamentos, mais de 10 mil famílias e diversas cooperativas de produtores de leite. Buscaram-se subsídios empíricos que pudessem servir de base para a elaboração de uma política de desenvolvimento territorial rural, baseado em um modelo teórico-metodológico que considere as diferentes dinâmicas territoriais, o capital social presente, as oportunidades externas oferecidas pelo mercado e as potencialidades locais. Identificaram-se alguns gargalos e possíveis soluções socioeconômicas, tecnológicas e mercadológicas determinantes do desenvolvimento da produção leiteira, das cooperativas e dos assentamentos da região. Espera-se que a organização interna da produção e o desenvolvimento do cooperativismo e da cadeia produtiva do leite na região possam ser importantes instrumentos de desenvolvimento socioeconômico dos assentamentos e da região. Acredita-se que seja possível o desenvolvimento sustentável desse território rural através da formação e da consolidação de um sistema produtivo agroalimentar localizado na região, como instrumento de coordenação e mediação da dinâmica socioeconômica de desenvolvimento do território.

Texto completo:

PDF

Referências


ABRAMOVAY, Ricardo. Funções e medidas da ruralidade no desenvolvimento contemporâneo. Texto para Discussão n° 702. Rio de Janeiro: IPEA, 2000.

BOISIER, Sergio E. Sociedad civil, participacion, conocimiento y gestion territorial. Santiago de Chile: ILPES, 1997.

CARVALHO, S. P. de et al. Reforma Agrária: a realidade de um assentamento rural. Campo e Território: revista de geografia agrária, v. 4, n. 8, p. 67-97, ago. 2009.

CEPEA-ESALQ/USP. Boletim do Leite. Ano 17, n. 194, fev./mar. 2011. Disponível em: . Acesso em: 15 fev. 2010.

CORREA, C. A. Analyse Comparative de 9 Cas D’Agro-Industrie Rurale de L’Amerique Latine. Université de Versailles - Saint Quentin en Yvelines: set. 2004.

GUANZIROLI, Carlos (Coord.). Principais Fatores que Afetam o Desenvolvimento dos Assentamentos de Reforma Agrária no Brasil. Projeto de Cooperação Técnica - FAO/INCRA. Brasília, 1998. Acesso em: 15 fev. 2010. Disponível em: .

FEE - FUNDAÇÃO DE ECONOMIA E ESTATÍSTICA. Resumo Estatístico RS. Disponível em: . Acesso em: mar. 2011.

IBGE - INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Cidades. Disponível em: . Acesso em: mar. 2011.

LEITE, Sérgio; HEREDIA, Beatriz; MEDEIROS, L. S. Impactos dos assentamentos: um estudo sobre o meio rural brasileiro. São Paulo: UNESP/NEAD/INCRA/MDA, 2004.

MORAES, J. L. A. Dinâmicas Sócio-Econômicas de Desenvolvimento dos Territórios Rurais: Os Sistemas Produtivos Localizados (SPLs) da Região Vale do Rio Pardo- RS. Tese (Doutorado - Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Rural – PGDR) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2008.

NAVARRO, Zander. Desenvolvimento Rural no Brasil: os limites do passado e os caminhos do futuro. Revista Estudos Avançados, v. 16, n. 43. São Paulo: USP, 2001.

POLANYI, Karl. A Grande Transformação: as origens da nossa época. 8. ed. Rio de Janeiro: Campus, 2000.

RAFFESTIN, Claude. Por uma Geografia do Poder. São Paulo: Ática, 1993.

REIS, José. Uma Epistemologia do Território. Instituto Superior de Economia e Gestão (ISEG), Universidade Técnica de Lisboa. Lisboa: 2006.

REQUIER-DESJARDINS, Denis. Multifonctionnalité, territoire et secteur agro alimentaire: une approche par les “systèmes agroalimentaires localisés”. Université de Versailles-Saint Quentin en Yvelines. CAHIERS DU C3ED, n. 02-2001: jun., 2002.

SABOURIN, Eric. Desenvolvimento territorial e abordagem territorial – conceitos, estratégias e atores. In: Sabourin, E.; TEIXEIRA, O. A. (Eds.). Planejamento e desenvolvimento dos territórios rurais – conceitos, controvérsias, experiências. Brasília: Embrapa Informação Tecnológica, 2002. p. 21-37.

SCHEJTMAN, A.; BERDEGUÉ, J. Desarrollo Territorial Rural. Santiago: RIMISP, 2003.




DOI: http://dx.doi.org/10.26767/coloquio.v10i2.80

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.