Perfil da fluência tecnológica de alunos de pós-graduação: um estudo de caso

Nathalie Assunção Minuzi, Cláudia Smaniotto Barin, Leila Maria Araújo Santos, Thanise Beque Ramos

Resumo


Vivemos num mundo tecnológico, onde à necessidade do desenvolvimento de fluência para o uso das ferramentas tecnológicas é indiscutível. Assim, o presente trabalho tem como objetivo apresentar e discutir o
perfil da fluência tecnológica de alunos da pós-graduação. O público alvo da pesquisa consistiu de 15 mestrandos de uma universidade pública do interior do Rio Grande do Sul. Como instrumento de medida, utilizou-se um questionário do tipo survey, contendo perguntas abertas e fechadas. Após análise dos dados é
possível inferir que os alunos afirmam possuir fluência em editores de texto e softwares de apresentação de slides, o que provavelmente esteja associado ao maior uso dessas ferramentas tecnológicas no decorrer de seu percurso formativo. Por outro lado, cabe ressaltar que, apesar dos mesmos afirmarem possuir fluência, os mesmos possuem muitas dúvidas quanto ao seu uso, não conhecendo todas as potencialidades das ferramentas. Nesse sentido observa-se à necessidade de oferta de formação para o uso irrestrito das tecnologias, não apenas no contexto da pós-graduação, como no mundo do trabalho, cada vez mais exigente quanto às competências digitais.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

________________________________________________

Redin - Revista Educacional Interdisciplinar

ISSN: 2594-4576