O ENSINO DE HISTÓRIA EM TEMPOS DE INTERNET: APONTAMENTOS PRELIMINARES

Manoel Adir Kischener

Resumo


O artigo objetiva trazer apontamentos a respeito do ensino de História em tempos de internet. A escrita se faz a partir da consideração da própria vivência do autor em sala de aula e das inquietações que surgiram ao longo do cotidiano de desafios escolares. Faz-se uso também de referencial bibliográfico, da discussão de autores que se aventuraram a refletir sobre a temática. Em tempos de crescente dificuldade de aprendizagem de alunos, de sua indisciplina e certa resistência aos modelos tradicionais de ensino, ao mesmo tempo que, abertura destes ao novo, a tecnologia, as ferramentas propiciadas a partir do uso de celular, fazer uso e estimular a aprendizagem a partir do que possui sentido a essa geração, poderá estimular uma aprendizagem de sentidos e pautada na curiosidade, como sugere Freire (1996) pode tornar o aluno “mais e mais criador”. Por fim, frente aos dilemas e dificuldades de aprendizagem recorrentes, impõe-se ao professor, no encontro destas diferentes temporalidades da sala (o mestre com postura analógica e o pupilo digital), que o professor, se atento e interessado que o seu aluno aprenda e, ele próprio continue seu processo de autoformação sempre aberto, poderá render perspectivas que estimulam a autogestão da busca do conhecimento a partir das potencialidades da internet em associação aos materiais já utilizados em seu portfólio de possibilidades didáticas e de destrave daquilo que se deseja acessar, com a esperada criticidade do professor de História. Entende-se da necessidade de análise e pesquisa mais apurada para o aqui exposto, o que talvez, desvele e mostre mais do que a presente escrita introdutória, ainda que prenhe de inquietações e na aposta que a são também a de muitos colegas.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

________________________________________________

Redin - Revista Educacional Interdisciplinar

ISSN: 2594-4576