A MULTIMODALIDADE COMO RECURSO PARA O ENSINO DE LÍNGUAS: O GÊNERO DIGITAL MEME COMO PRÁTICA PARA OS LETRAMENTOS

Elaine Teixeira Da Silva

Resumo


O presente trabalho tem como objetivos: apresentar textos multimodais como recurso para o ensino das línguas portuguesa e espanhola, inserir o gênero digital meme na construção de sentidos para a aprendizagem e observar como o gênero contribui para a prática dos letramentos, letramento linguístico e letramento digital, das duas línguas. A proposta surgiu a partir de duas atividades realizadas, uma de português e outra de espanhol, com alunos do 1º Ano de uma escola particular sobre temas relacionados às duas disciplinas. Os alunos foram orientados a formarem grupos para a realização das atividades em ambas disciplinas. Na disciplina de Língua Espanhola, foi proposto aos estudantes o tema “jerga juvenil” em que eles deveriam pesquisar as gírias espanholas e a partir delas criar expressões associadas aos memes, sendo que as personagens eleitas para a representação foram eles próprios, exemplo: um grupo escolheu a jerga (gíria) coñazo (pessoa ou algo muito chato) e escreveu “Cuando la coñazo de la classe comienza a hablar”.   Na disciplina de Língua Portuguesa, a proposta de atividade surgiu do conteúdo gramatical “Processo de formação de palavras” e após estudo e consulta do conteúdo eles deveriam escolher uma das classes do processo de formação de palavras para então criar memes e explicar em nota o processo usado, por exemplo: um grupo fez um meme com um dos processos e abaixo da imagem ele explicou “Selfie: processo de formação por estrangeirismo; quando a pessoa tira foto de si mesma”, nesse meme o grupo usou um evento histórico-cultural em que eles visitaram um cemitério histórico local para registar as impressões meméticas (DAWKINS, 2007). As produções de ambas disciplinas foram publicadas em duas WebQuest[1] criadas para orientar as pesquisas e também para servirem de incentivo e valorização dos trabalhos realizados, e também publicados como REA para outros docentes no site REALPTL: <http://realptl.letras.ufmg.br/realptl/>[2]. Como resultado, observamos que o gênero digital é uma ferramenta que contribui para que o estudante pratique o letramento na língua estudada, pois colocaram em prática o conhecimento sobre os temas pesquisados, como também para o letramento digital, uma vez que eles usaram recursos digitais para a produção. Ressaltamos que foi mostrado aos estudantes sites geradores de memes e alguns estudantes usaram imagens de si para a criação ou com situações vividas por eles para escrever as impressões, o que comprova que inserir o gênero digital meme na prática pedagógica pode contribuir para o ensino-aprendizagem de línguas, pois é um gênero que circula no cotidiano do estudante principalmente nas redes sociais virtuais e que trazê-lo para dentro do espaço escolar aproxima a escola das novas formas de linguagem advindas com as tecnologias digitais. Buscamos apoio teórico em Souza; Corti; Mendonça (2012), Rojo (2013), Cani; Coscarelli (2016), Dawkins (2007) e outros.

 


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

________________________________________________

Redin - Revista Educacional Interdisciplinar

ISSN: 2594-4576