A gestão pedagógica da escola e as concepções de um programa do Instituto Ayrton Senna: de qual pedagógico estamos falando?

Maria Raquel Caetano

Resumo


Este artigo analisa as concepções pedagógicas do Instituto Ayrton Senna na educação e as implicações decorrentes da implantação do Programa Circuito Campeão na gestão pedagógica da escola e da sala de aula. A concepção pedagógica de um sistema e de uma escola está diretamente relacionada ao projeto político-pedagógico de ambos. Os programas do Instituto Ayrton Senna (IAS) vêm sendo implantados nas redes públicas do país, sendo referendados e financiados pelo Ministério da Educação através do Guia de Tecnologias Educacionais. O IAS tem apresentado que seus programas podem ser desenvolvidos independentemente da concepção de educação e método de trabalho, ou seja, os programas podem ser utilizados nas escolas de todo o Brasil, pois trabalham com o foco do gerenciamento. Nesse sentido, apresentaremos as concepções utilizadas pelo Programa Circuito Campeão, os conceitos com que trabalha, buscando evidenciar, dessa forma, os referenciais da gestão pedagógica desse programa e do IAS.


Texto completo:

PDF

Referências


ARROYO, Miguel Gonzáles. Indagações sobre currículo, educandos e educadores: seus direitos e o currículo. Jeanete Beauchamp, Sandra Denise Pagel, Aricélia Ribeiro do Nascimento(org.). – Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Básica, 2007.

CURY, Carlos R. Jamil. Educação e contradição. São Paulo: Cortez: Autores Associados. 1992.

DELORS, Jacques (Org). Educação: um tesouro a descobrir. São Paulo: Cortez/Brasília: MEC: UNESCO, 1998.

DUARTE. Newton. Vigotski e o “aprender a aprender”: críticas às apropriações neoliberais e pós-modernas da teoria vigotskiana. Campinas, São Paulo: Autores Associados, 2001.

EVANGELISTA, Olinda. Formação docente no Brasil e interesses internacionais. 2007. Disponível em: . Acesso em: 10 abr. 2010.

FERNANDES, Cláudia de Oliveira; FREITAS, Luiz Carlos de. Indagações sobre Currículo: Currículo e avaliação. Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Básica, 2007.

GOLDENBERG. Margareth. Avaliação continua. Revista Educação em Cena nº 3.Instituto Ayrton Senna,p.20.São Paulo,2008.

INSTITUTO AYRTON SENNA. Circuito Campeão. Disponível em: . Acesso em: 5 mar. 2010.

JACOMELLI, M. R. M.. Parâmetros curriculares nacionais (PCNS) para o ensino fundamental e Relatório Delors: estabelecendo aproximações. Quaestio (UNISO), v. 10, p. 145-172, 2008.

HOFMANN, Jussara. Avaliação Mediadora: uma prática em construção da pré-escola à universidade. Porto Alegre: Mediação, 2009.

LIBÂNEO, José Carlos. Pedagogia e pedagogos, para quê? 6. ed. São Paulo: Cortez, 2002.

MACHADO, Lucília Regina. Transformações tecnológicas e padrão de qualificação. In: Educação em Revista. Nº 14. Belo Horizonte. 1994.

MISKALO, Ines Kisil. Sistemática de Acompanhamento: Circuito Campeão. São Paulo: Instituto Ayrton Senna; 2008.

MISKALO. Inês. Soluções Educacionais para o Desenvolvimento Humano. Educação: teoria e prática, v. 19, n. 32, jan./jun. 2009, p. 37-55.

MALINI, Eduardo. O consenso como ponto de partida? uma análise dos papéis desempenhados pelos atores participantes na formulação do plano de desenvolvimento da educação. Dissertação de mestrado, Universidade Federal de Juiz de Fora, Juiz de Fora, MG, 2009. Disponível em: . Acesso em: 20 jan 2012.

PARO, Vitor Henrique. Progressão continuada, supervisão escolar e avaliação externa: implicações para a qualidade do ensino. Rev. Bras. Educ. [online]. 2011, vol.16, n.48, pp. 695-716. ISSN 1413-2478.

PARO, Vitor. Escritos sobre educação. São Paulo: Xamã, 2002.

RAMOS, M.N .Dicionário da Educação Profissional em Saúde, 2009. Pedagogia das Competências.. Disponível em: Acesso em: 31 ago. 2012.

SAVIANI, D. História das idéias pedagógicas no Brasil. Campinas: Autores Associados, 2010.

VEIGA, Ilma Passos A. e Lucia Maria Goncalves de Resende (org). Escola: espaço do projeto político pedagógico. Campinas, SP: Papirus, 1996.

VEIGA, Ilma Passos A. Projeto político-pedagógico da escola: uma construção coletiva In:VEIGA, Ilma Passos A. (org.). Projeto político-pedagógico da escola: uma construção possível. Campinas: SP.Papirus, 2004.

XAVIER, Antonio Carlos da R. A gestão da qualidade e a excelência dos serviços educacionais: custos e benefícios de sua implantação. Texto para discussão, n. 408. Brasília, DF: IPEA, 1996.




DOI: http://dx.doi.org/10.26767/coloquio.v11i1.92

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.