Abordagens participadas e coletivas da formação, no contexto do poder local e na perspectiva do conhecimento como bem comum: um caso português

Artur Cristóvão, Rui Madeira, Pedro Ferrão

Resumo


O Centro de Estudos Transdisciplinares para o Desenvolvimento - Vila Real, Portugal (CETRAD) e a Associação Nacional de Oficinas de Projetos (ANOP) desenvolveram, em 2007-2008, para a Associação de Municípios do Baixo Tâmega (AMBT), região do norte de Portugal, um estudo para uma nova abordagem do Diagnóstico de Necessidades de Formação e para uma aproximação a novos perfis profissionais ao nível dessa administração, contribuindo para a criação de sistemas de participação e cooperação em matéria de formação profissional. O estudo decorreu ao longo de um ano, com o envolvimento ativo de um conjunto de técnicos dos municípios, que serviram de “mediadores” entre as suas organizações e a equipa técnica do estudo. Em um processo de “bola de neve”, muitos outros funcionários municipais participaram nas múltiplas atividades  propostas, desde o exercício inicial de reflexão sobre os “clientes” das autarquias, aos workshops intermunicipais, a seminários temáticos, focus groups e no encontro outdoors de encerramento. Neste artigo, reflete-se sobre essa experiência e a possibilidade de desenvolver abordagens participadas e coletivas para a construção de Planos Diretores de Formação no quadro do poder local, em uma lógica intermunicipal. Apresentam-se a metodologia e os instrumentos utilizados e analisa-se criticamente o processo e a sua sustentabilidade no quadro do desenvolvimento organizacional e territorial.

Texto completo:

PDF

Referências


BRAVO, A. B.; SÁ, J. V. Autarquias Locais - Descentralização e Melhor Gestão. Lisboa; São Paulo: Verbo, 2000.

BRUNORI, G. et al. Towards a conceptual framework for agricultural and rural innovation policies. Report on the project “Strengthening Innovation Processes for Growth and Development (IN-SIGHT)”, funded by the 6th Framework programme of the European Union, 2008.

CABRITO, B. G. El Programa Foral y la Formación Profesional en la Administración Local, en Portugal. In: Investigaciones de Economia de la Educación. QUINTANA, C. D. et al. XVI Jornadas de la Asociación de Economía de la Educación. Gran Canaria: Asociación de Economía de la Educación y Delta Publicaciones, 2007. p. 421-431.

CAETANO, A. Mudança organizacional e gestão de recursos humanos. Lisboa: Observatório do Emprego e Formação Profissional, 1999.

CANÁRIO, R. Aprender sem ser ensinado. A importância estratégica da educação não formal. In: AAVV, A Educação em Portugal (1986-2006). Alguns contributos de investigação. Lisboa: Conselho Nacional de Educação, 2007. p. 207-267.

CANÁRIO, R.; CABRITO, B.; Aires, R. Formação profissional contínua na administração local: para uma orientação estratégica. Lisboa: FPCE, 2002.

CARAPETO, C. et al. Administração Pública - Modernização, Qualidade e Inovação. 2. ed. Lisboa: Sílabo, 2006.

HESS, C.; OSTROM, E. Understanding Knowledge as a Commons. Cambridge; London: MIT Press, 2007.

LE BOTERF, Guy. Construire les Compétences Individuelles et Collectives. 4. ed. Paris: Eyrolles - Editions d’Organisation, 2006.

LOPES, A. Eficácia económica e eficácia social – o duplo desafio da formação profissional contínua e a medição dos seus resultados. In: Comissão Coordenação do Fundo Social Europeu. CCFSE (Ed.). Formação para as PME, Bruxelas, 1999.

LOPES, A.; RETO, L. Formação Profissional. Avaliação da eficácia e metáforas dominantes, Psicologia, Lisboa, ano IX, n. 3: p. 307-313. 1994.

MADEIRA, R. A. Avaliação da Formação: o caso das Autarquias Locais. (Mestrado) - Instituto Superior das Ciências do Trabalho e da Empresa, Lisboa, 2004.

MADEIRA, R.; FERRÃO, P.; CRISTÓVÃO, A. Elaboração Participada de Planos Directores de Formação e Identificação de Novas Competências na Administração Local - Baixo Tâmega. Associação dos Municípios do Baixo Tâmega, 2008.

MEIGNANT, A. A Gestão da Formação. Lisboa: Dom Quixote, 1999.

MOREIRA, R. A função formação nas autarquias locais. Ministério do laneamento e Administração do Território. Lisboa: CCRN, 1995.

MOURA, R.; MOURA, K. Referencial de evolução das empresas. In: MOURA, R. (Coord.). Evolução das políticas de formação nas empresas. Lisboa: Observatório do Emprego e Formação Profissional, 2001.

NEVES, A. Gestão na Administração Pública. Lisboa: Pergaminho, 2002.

NÓVOA, A.; CABRITO, B.; CANÁRIO, R. Estudo nacional de avaliação de impactos da formação realizada para a administração local no âmbito do Programa Foral. Lisboa: Universidade de Lisboa, 2006.

WENGER, E.; McDERMOTT, R.; SNYDER, W. Cultivating Communities of Practice. Boston: Harvard Business School Press, 2002.

ZUBER-SKERRITT, O. The Concept of Action Learning. The Learning Organization, v. 9, n. 3, p.114-124. 2002.




DOI: http://dx.doi.org/10.26767/coloquio.v9i2.9

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.