O papel da produção de novidades na agricultura familiar: estudo de caso de um condomínio de grãos no sudoeste do Paraná

Jhuly Caroline Biava, Miguel Angelo Perondi, Marcio Gazolla

Resumo


O objetivo deste trabalho foi o de analisar o surgimento de novidades em torno de uma experiência familiar em um condomínio de grãos na Região Sudoeste do PR, evidenciando seus resultados para os atores sociais envolvidos. Para atingir este objetivo, utilizou-se entrevistas e uma avaliação socioeconômica do sistema de produção num período de 10 anos. Teoricamente, a pesquisa se apoiou na Perspectiva Multinível e Co-Evolucionária (PMN), especialmente na noção de novidades no desenvolvimento rural e regional. Com o resultado, evidencia-se que a novidade organizacional do condomínio e seu decorrente processo de trabalho associado entre os familiares gerou aumento da renda familiar e consolidou a sucessão na unidade de produção.

Texto completo:

PDF

Referências


ALENCAR, E. Associativismo rural e participação. Lavras: UFLA/FAEPE, 1997.

BRUMER, A. A problemática dos jovens na pós-modernidade. In: CARNEIRO, Maria J.;CASTRO, Elisa G. de. (Orgs.). Juventude rural em perspectiva. Rio de Janeiro: Mauad X, 2007, p. 35-51.

COLETTI, V. D.; PERONDI, M. A. Produção de leite e resistência da agricultura familiar: comparando duas estratégias de comercialização local na região Sudoeste do Paraná - Brasil.

REDES (SANTA CRUZ DO SUL. IMPRESSO). v. 20. p. 236 -, 2015.

FAO/INCRA – Organização das Nações Unidas para a Agricultura e a Alimentação / Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária. Guia Metodológico “Análise Diagnóstico de Sistemas Agrários” (DSA), 1999.

GAZOLLA, M. Conhecimentos, produção de novidades e ações institucionais: cadeias curtas das agroindústrias familiares. 292 f. 2012. Tese (Doutorado em Desenvolvimento Rural – Programa de Pós Graduação em Desenvolvimento Rural) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2012.

GEELS, F. W. Understanding system innovations: a critical literature review and a conceptual synthesis. In: ELZEN, B.; GEELS, F. W.; GREEN, K. System Innovation and the transition to sustainability. Cheltenham: Edward Elgar, 2004. p. 19-47,

GRAZIANO DA SILVA, J. Tecnologia e agricultura familiar. Porto Alegre: UFRGS: Porto Alegre, 1999.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. IBGE cidades. Disponível em: . Acesso em: 21 nov. 2017.

KEMP. R; SCHOT, J.; HOOGMA, H. Regime schifts to sustainably throuch processes of niche formation: the approach of strategic niche management. Technology Analysis & Strategic Management, Abingdon, v. 10, n. 2, 21 p., 1998.

KIYOTA, N.; PERONDI, M. A.; VIEIRA, J. A. N. Estratégia de sucessão geracional na agricultura familiar: o caso do Condomínio Pizzolatto. Informe Gepec. Toledo, v. 16, n. 1, p. 192-211, 2012.

______. Migração e sucessão geracional na agricultura familiar sob a perspectiva de comunidade e renda. In: 52o Congresso da SOBER, 2014 Goiânia – GO. Anais do 52o Congresso da SOBER. 2014. v.1 p. 1-18

______. Sucessão geracional na agricultura familiar: uma questão de renda? In: u al no asil do s culo 21. V. 1. rasília: Embrapa, 2014. p. 947-981. undo

LIMA, A. P. de; BASSO, N.; NEUMANN, P. S.; SANTOS, A. C. dos; MÜLLER, A. G. Administração da unidade de produção familiar: modalidades de trabalho com agricultores. Ijuí: Unijuí, 1995.

LONG, N. Sociologia Del Desarollo: una perspectiva centrada en el ator. Ciudad de México: Centro de Investigaciones y Estudios Superiores, 2006. (Coleción Investigaciones).

MARQUES, F. C. Velhos Conhecimentos, Novos Desenvolvimentos: Transições no Regime Sociotécnico da Agricultura. A produção de Novidades entre Agricultores Produtores de Plantas Medicinais no Sul do Brasil. 220 f. 2009. Tese (Doutorado em Desenvolvimento Rural - – Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Rural) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2009.

MOORS, E; WISKERKE, J. S. C. The Dinamics of Innovation: A Multilevel Co-evolucionary Perspective. In: PLOEG, J. D. van der; WISKERKE, J. S. C. (Eds.) Seeds Of transition: essays on novelty production, niches and regimes in agriculture. Wagningen: Royal Van Gorcum, 2004.

NELSON, R. R.; WINTER, S. G. Uma teoria evolucionária da mudança econômica. Campinas: Unicamp, 2005. (Clássicos da Inovação).

OOSTINDIE, H.; van BROEKHUOZEN, R. The dynamic of novelty production. In: J. D. van der Ploeg & T. Marsden (Eds.). Unfolding webs: the dynamics of regional rural development. Assen: Van Gorgum, 2008.

PERONDI, M. A. Diversificação dos meios de vida e mercantilização da agricultura familiar. 2007. 237p. Tese (Doutorado) – Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Rural, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2007.

______. Estratégias de diversificação dos meios de vida dos agricultores familiares do município de Itapejara do Oeste (PR) 2005-2010. Edital Universal CNPq482758/2011-2 Relatório de Pesquisa, 2013.

PERONDI, M. A.; BIAVA, J. C.; KIYOTA, N.; VILLWOCK, A. P. S. As estratégias de diversificação e especialização da renda rural frente às categorias de alta e baixa renda. In: 53o Congresso da SOBER – Sociedade Brasileira de Economia, Administração e Sociologia Rural. João Pessoa, 2015.

PLOEG, J. D. van der. El proceso de trabajo agrícola y la mercantilización. In: GUZMAN, E. S. GONZÁLES DE MOLINA, M (Eds.). Ecología, campesinato y historia. Madri: Las ediciones de la Piqueta, 1992. p. 153-195.

PLOEG, J. D. van der. et al. On Regimes, Novelties, Niches and Co-Production. In: PLOEG, J. D. van der; WISKERKE, J. S. C. (Eds.) Seeds Of transition: essays on novelty production, niches and regimes in agriculture. Wagningen: Royal Van Gorcum, 2004. p. 1-28.

ROEP, D.; WISKERKE, J. S. C. Reflecting on Novelty Production and Niches Management in Agriculture. In: PLOEG, J. D. van der; WISKERKE, J. S. C. (Ed.) Seeds Of transition: essays on novelty production, niches and regimes in agriculture. Wagningen: Royal Van Gorcum, 2004.

SAVIAN, M. Sucessão geracional: garantindo-se renda continuaremos a ter agricultura familiar? Revista Espaço Acadêmico – 159 – mensal – agosto de 2014. p. 97-106.

SCHNEIDER, S.; CASSOL, A. Diversidade e heterogeneidade da agricultura familiar no Brasil e algumas implicações para as políticas públicas. Cadernos de Ciência & Tecnologia. Brasília, v. 31, n. 2, p. 227-263, maio/ago. 2014.

STUIVER, M. Regime, change and storylines: a sociological analysis of manure practices in contemporary Dutch farming. Wageningen: Wagningen University, 2008.

STUIVER, M.; WISKERKE, J. S. C. The power of Experience: Farmers Knowledge and Sustainable Innovations in Agriculture. In: PLOEG, J. D. van der; WISKERKE, J. S. C. (Eds.) Seeds Of transition: essays on novelty production, niches and regimes in agriculture. Wagningen: Royal Van Gorcum, 2004.

VILLWOCK, A. P. S.; PERONDI, M. A. Análise das estratégias de renda dos agricultores familiares de Itapejara D’ este – PR. Redes (Santa Cruz do Sul. Online). v. 21, p. 215 - 238, 2016.

WISKERKE, J. S. C.; PLOEG, van der J. D. (Orgs.) Seeds of Transition: essays on Novelty production, Niches and Regimes in Agriculture. Wageningen: Royal van Gorcum, 2004.




DOI: http://dx.doi.org/10.26767/coloquio.v16i2.800

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.