COREDEs Missões e Litoral: duas realidades e uma perspectiva sob a égide da política de crédito rural

Jaqueline Mallmann Haas

Resumo


istoricamente as Políticas Públicas Brasileiras, voltadas ao meio rural, tinham por finalidade aumento da produção e produtividade, tendo o crédito rural papel de destaque. Neste sentido, o estudo objetiva analisar a captação de recursos e contratos do PRONAF por dois distintos Coredes do Rio Grande do Sul: Missões e Litoral, em um intervalo de 06 anos. Para tanto, a metodologia da pesquisa constitui-se, além de revisão bibliográfica, na coleta de dados secundários extraídos da Matriz de Dados do Crédito Rural (MDCR) do Banco Central do Brasil. Os resultados demonstram a existência de uma concentração dos recursos nas mãos de um grupo cada vez menor de agricultores e municípios em ambos os Coredes. Percebe-se uma tendência de que o PRONAF está a beneficiar agricultores já consolidados, na maioria das vezes pautados na especialização produtiva, enquanto os agricultores em situação de vulnerabilidade encontram maiores dificuldades de modificar sua realidade.

Texto completo:

PDF

Referências


ANJOS, F. S. GODOY, W. I. CALDA, N. V. e GOMES, M. C. Agricultura Familiar e Políticas Públicas: o Impacto do Pronaf no Rio Grande do Sul. In: Revista de Economia Rural. Rio de Janeiro, vol. 42, nº 03, p. 529-548, jul/set 2004.

AQUINO, J. R. de; GAZOLLA, M.; SCHNEIDER, S.. Dualismo no Campo e Desigualdades Internas na Agricultura Familiar Brasileira. Revista de Economia e Sociologia Rural, Brasília, v. 56, n. 1, p. 123-142, mar. 2018.

AQUINO, J. R. de; SCHNEIDER, S.. O Pronaf e o desenvolvimento rural brasileiro: avanços, contradições e desafios para o futuro. In: GRISA, C.; SCHNEIDER, S. (Org). Políticas públicas de desenvolvimento rural no Brasil. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2015.

ASSIS, W. S. de. A construção da representação dos trabalhadores rurais no sudeste paraense. Tese (Instituto de Ciências Humanas e Sociais) – UFRJ. Rio de Janeiro. 2007.

ATLAS SOCIOECONÔMICO DO RIO GRANDE DO SUL. Disponível em: . Acesso em: 04 fev. 2019

BOLTER, J. A. G. Interfaces e cogestão nas políticas para agricultura familiar: uma análise do Programa Nacional de Habitação Rural. Tese (doutorado) – UFRGS, Porto Alegre – RS. 2013.

BCB. BANCO CENTRAL DO BRASIL. Sistema Financeiro Nacional: Crédito Rural. Sistema de Operações do Crédito Rural e do Proagro –SICOR. Matriz de Dados do Crédito Rural. 2019. Disponível em: . Acesso em 6 fev. 2019.

CARNEIRO, M. J. Política pública e agricultura familiar: uma leitura do Pronaf. Estudos Sociedade e Agricultura, 8, abril 1997: 70-82.

FEE. Fundação Estadual de Economia e Estatística. Disponível em . Acesso em fevereiro de 2019.

SECRETARIA DE GOVERNANÇA E GESTÃO ESTRATÉGICA. Planejamento Estratégico dos Coredes. Disponível em . Acesso em dezembro de 2020.

GAZOLLA, M. Agricultura familiar, segurança alimentar e políticas públicas: uma análise a partir da produção para autoconsumo no território do Alto Uruguai/RS. Dissertação (mestrado) - UFRGS, Porto Alegre – RS. 2004.

GIMENES, R. M. T.; GIMENES, F. P.; GOZER, I. C.. Evolução do Crédito Rural no Brasil e o Papel das Cooperativas Agropecuárias no Financiamento dos Produtores Rurais. Anais. 46 Congresso da Sociedade Brasileira de Economia, Administração e Sociologia Rural (SOBER), Rio Branco, Acre, 2008.

GRAZIANO DA SILVA, J. A nova dinâmica da agricultura brasileira. Instituto de Economia, Unicamp. Campinas: Unicamp, 1998.

GRISA, C. Políticas públicas para a agricultura familiar no Brasil: produção e institucionalização das ideias. Tese (doutorado) – Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Instituto de Ciências Humanas e Sociais, 2012.

GRISA, C., WESZ JR., V.J. e BUCHWEITZ, V.D. Revisitando o Pronaf: velhos questionamentos, novas interpretações. Revista de Economia e Sociologia Rural, v.52, n. 2, 2014.

HAAS, J. M. As diferenciações e transformações sócio-territoriais no espaço agrário das Missões/RS. Dissertação (Mestrado em Extensão Rural) – Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2008.

HAAS, J. M.; BOLTER, J. A. G. e CHAVES, I. Y. Coredes Missões e Litoral: analisando dois contextos sob a influência de uma política de crédito rural. Anais 57º Congresso da Sociedade Brasileira de Economia, Administração e Sociologia Rural, Ilhéus, 2019.

MATTEI, L. Impactos do PRONAF: análise de indicadores. Brasília: Ministério do Desenvolvimento Agrário. Núcleo de estudos agrários e Desenvolvimento Rural. Série Estudos NEAD: 11. 2005.

MATTEI, L. Políticas públicas de fomento à produção familiar no Brasil: O caso recente do PRONAF. Anais do XLIV Congresso da Sociedade Brasileira de Economia, Administração e Sociologia Rural (SOBER), Fortaleza, CE. 2006.

MÜLLER, Ana Luiza. A construção das políticas públicas para a agricultura familiar no Brasil: o caso do Programa de Aquisição de Alimentos. Dissertação (Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Rural) - Faculdade de Ciências Econômicas, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2007.

PRETTO, José Miguel. Amplitude e restrições ao acesso de Pronaf investimento no Rio Grande do Sul: um estudo de três operações de financiamento envolvendo cooperativas de crédito rural, cooperativas de produção agropecuária e o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento Rural) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul, RS, 2005.

TAKAGI M. Câmaras Setoriais Agroindustriais, representação de interesses e políticas públicas. Rio de Janeiro: Annablume, 2004.




DOI: https://doi.org/10.26767/coloquio.v18i1.1894

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.