Agricultural cooperatives and the challenge of social management: a study in the south/southwest region of Minas Gerais, Brazil

Cleiton Silva Ferreira Milagres, Diego Neves de Sousa, Waldecy Rodrigues

Resumo


Supõe-se que as cooperativas podem e devem ser atores relevantes para o desenvolvimento. No entanto, são organizações imersas em um sistema econômico competitivo e, portanto, devem agir para sobreviver, levando em conta as regras impostas pelo sistema. O objetivo deste artigo é analisar como as cooperativas agropecuárias da região sul/sudeste de Minas Gerais contribuem para o desenvolvimento local. Considerou-se o sétimo princípio cooperativo, a preocupação com a comunidade, focando em sua relação com a gestão social das cooperativas. Os resultados mostram fragilidades na articulação da gestão social e a má realização deste princípio.

Texto completo:

PDF

Referências


ALBUQUERQUE, P. P. Autogestión un concepto que se actualiza en los protocolos normativos?. In: Mario S. Schujman (org.). Las cooperativas de trabajo en América Latina. Rosário: Ediciones DelRevés, 2015, p. 65-81.

ACI - ALIANÇA COOPERATIVA INTERNACIONAL (2018). Princípios... Retrieved from: https://ica.coop/en/whats-co-op/co-operative-identity-values-principles

AMODEO, N. B. P. Contribuição da educação cooperativa nos processos de desenvolvimento rural. In: AMODEO, N. B. P; ALIMONDA, H. (orgs.). Ruralidades, capacitação e desenvolvimento. Viçosa: UFV, 2006.

BIALOSKORSKI NETO, S. Economics and management of Cooperatives Organizations. Saarbrucken: LAP Lambert, 2016.

OCEMG - Sindicato e Organização das Cooperativas de Minas Gerais. Anuário de informações econômicas e sociais do cooperativismo mineiro. Belo Horizonte: OCEMG, 2017.

FERREIRA, P. R; SOUSA, D. N; AMODEO, N. B. P. Situação da Educação Cooperativista nas Cooperativas Agropecuárias de Minas Gerais. Desenvolvimento em questão, v. 16, p. 518-552, 2018. doi: 10.21527/2237-6453.2018.42.518-552

FERREIRA, P. R; SOUSA, D. N; COSTA, M. S. Educación cooperativista y extensión rural. Revista Brasileira de Educação do Campo, v. 3, p. 411-432, 2018. doi: 10.20873/uft.2525- 4863.2018v3n2p411 Data?

IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (2017). Censo 2010. Retrieved from https://cidades.ibge.gov.br/brasil/mg/pesquisa/37/30255?tipo=ranking Data?

LONDEIRO, P; BIALOSKORSKI NETO, S. Demonstração do valor adicionado como instrumento de evidenciação do impacto econômico e social das cooperativas agropecuárias. Organizações Rurais e Agroindustriais (UFLA), v. 18, p. 1-26, 2016.

MAY, T. Social Research: Issues, Methods and Process. 4th ed. Maidenhead, Berks: Open University Press/Mc Graw-Hill, 2011.

MACEDO, A. S; SOUSA, D. N; COSTA, M. S; MILAGRES, C. S. F. Uma análise da gestão social em cooperativas agropecuárias sob a perspectiva da Organização do Quadro Social. Revista Desenvolvimento Social, v. 21, p. 53-63, 2017.

MILAGRES, C. S. F; SOUSA, D. N. Cooperativismo e desenvolvimento comunitário. In:

MILAGRES, C. S. F; SOUSA, D. N. (orgs.). Cooperativismo, Extensão Rural e Processos Participativos. Palmas: EDUFT, p. 75-96, 2016.

MILAGRES, C. S. F, SOUSA, D.N, AMODEO, N. B. P. A. Influência das Cooperativas no esenvolvimento Comunitário da Zona da Mata – MG. In: Anais do Encontro de Pesquisadores Latino-Americanos de Cooperativismo, 5, Ribeirão Preto, FEARP/USP, 2008.

PIRES, M. L. L. S. Velhas Alianças e Novos Compromissos: Extensão Rural e Cooperativismo Agrícola no Brasil. Revista de Extensão e Estudos Rurais, v. 7, p. 118-140, 2018.

POZZOBON, D. M; ZYLBERSZTAJN, D; BIJMAN, J. How can cooperatives reduce democratic costs without incurring excessive agency costs?. Journal of Rural Cooperation, v. 40, p.119-144, 2012.

SCHNEIDER, J. O. Educação e capacitação cooperativa: sua importância e aplicação. Economia Solidária e Ação Cooperativa (UNISINOS), v. 1, p. 33-48, 2006.

SOUSA, D. N; AMODEO, N. B. P; MACEDO, A.S; MILAGRES, C. S. F. A comunicação na articulação agroindustrial entre uma cooperativa central, suas cooperativas singulares e cooperados. Revista de Economia e Sociologia Rural, v. 52, p. 495-514, 2014. doi: 10.1590/S0103-20032014000300005

SOUSA, D. N; AMODEO, N. B. P; MACEDO, A. S; MILAGRES, C. S. F. Percepções sobre a articulação agroindustrial no modelo federado de cooperativas. Extensão Rural, Santa Maria, v. 22, p. 104-115, 2015. doi: 10.5902/231817969078

SOUSA, D. N; MACEDO, A. S; MILAGRES, C. S. F; COSTA, M. S. Os desafios das cooperativas no sistema agroindustrial da cadeia produtiva do leite. Revista de gestão e organizações cooperativas, v. 4, p. 123-140, 2017b. doi: 10.5902/2359043225951

SOUSA, D. N; MILAGRES, C. S. F; COSTA, M. S; MACEDO, A. S. Entre o social e o econômico, uma gestão cooperativa é possível? Estudo sobre as estratégias de comunicação nas cooperativas agropecuárias. Revista de extensão e estudos rurais, v. 6, p. 62-80, 2017a. doi: 10.18540/rever62201762-80.

VALADARES, J. H. Mecanismos Institucionais de Participação e Controle Democrático. Viçosa: UFV, 2005.




DOI: https://doi.org/10.26767/coloquio.v16i3.1307

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.