Percepções da Influência da Universidade Federal do Pampa na Formação de Capital Social na Região de Fronteira Santana do Livramento-Rivera

Deivid Forgiarini, Cinara Neumann Alves, Paulo Cassanego Junior

Resumo


Este estudo intenta identificar percepções acerca da influência da Universidade Federal do Pampa, Campus Santana do Livramento, na formação de capital social na fronteira Santana do Livramento/Rivera, entre 2006 e 2012, posto que a Lei no 11.640 reforça, como sendo objetivo da criação daquela Universidade, promover o desenvolvimento regional. A análise partiu de um resgate histórico que, em relação a dados sociais atuais, possibilitou identificar que a sociedade fronteiriça se encontra, ainda, estratificada, e, neste contexto, a geração de capital social constituir-se-ia um meio para a promoção do desenvolvimento regional. Através de estudo de caso com triangulação de fontes de dados, obtiveram-se percepções de atores sociais relevantes, internos e externos à Universidade, que estiveram presentes durante os seis primeiros anos de instalação da Instituição. Os principais resultados apontam a UNIPAMPA como instituição relevante para o desenvolvimento regional, porém não promotora do aumento de capital social.

Texto completo:

PDF

Referências


ABELLA, Gonzalo. Historia diferente del Uruguay: ensayo. Montevideo: BetumSan Ediciones, 2008.

ALONSO, José Antonio Fialho; BENETTI, Maria Domingues; BANDEIRA, Pedro Silveira. Crescimento econômico da Região Sul do Rio Grande do Sul: causas e perspectivas. Porto Alegre: Secretaria do Planejamento e da Administração - Fundação de Economia e Estatística Siegfried Emanuel Heuser (FEE), 1994.

COLEMAN, J. Foundations of Social Theory. Cambridge: Belknap Press of Harvard University Press, 1990.

______. Social capital in the creation of human capital. American journal of sociology, v. 94, p. 95-120, 1988.

GIL, Antônio Carlos. Pesquisa social: métodos e técnicas. v. 5. São Paulo: Atlas, 1999.

GRANOVETTER, Mark. Economic action and social structure: The problem of embeddedness. American journal of sociology, v. 91, n. 3, p. 481-510, 1985.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. 2006. Censo Agropecuário de 2006. Disponível em: . Acesso em: out./2015.

INSTITUTO NACIONAL DE ESTATISTICA DEL URUGUAY. 2013. Atlas Sociodemográfico y de la Desigualdad del Uruguay. Disponível em: . Acesso em: out./2015.

MINISTERIO DE GANADERÍA AGRICULTURA & PESCA. Republica Oriental del Uruguay (2011). Censo General Agropecuario 2011. Disponível em: . Acesso em: out./2015.

NAHUM, Benjamín. Breve historia del Uruguay independiente. n. 989.9 NAH, 1999.

PACHECO, M. Schurmann; SANGUINETTI, María Luisa Coolighan. Historia del Uruguay: Epocas indígena, hispánica y libertadora. Montevideo: Monteverde, 1985.

PESAVENTO, Sandra Jatahy. História da indústria sul-rio-grandense. Rio Grande Companhia de Celouse do Sul, 1985.

______. História do Rio Grande do Sul. Mercado Aberto, 1980.

PINTOS, Aníbal Barrios. Historia de los pueblos orientales: Del fin de la Guerra Grande al novecientos. Ediciones de la Banda Oriental, 2008.

PUTNAM, Robert D.; LEONARDI, Robert; NANETTI, Raffaella Y. Making democracy work: civic traditions in modern Italy. Princeton: University Press, 1994.

BRANCO RIO; MARIZ, Vasco. Alexandre de Gusmão e o Tratado de 1750/Miguel Paranhos Rio Branco; A tormentosa nomeação do jovem Rio Branco para o Itamaraty. Brasileira: FUNAG, 2010.

ROMERO, C. C.; CALDERANO, M. A. Dimensões econômicas e políticas da relação educação e trabalho nos países da América Latina e Caribe. Educação em Foco, v. 12, n. 2, p. 13-26, 2008.

SEVERINO, Antônio Joaquim. O ensino superior brasileiro: novas configurações e velhos desafios. Educar em revista, n. 31, 2008.

TORRONTEGUY, Teófilo Otoni Vasconcelos. As origens da pobreza no Rio Grande do Sul. Porto Alegre: Mercado Aberto, 1994.

UNIPAMPA. Projeto Institucional. 2009a. Disponível em: .

Acesso em: set./2015

UNIPAMPA. Instrução Normativa 08/09. 2009b. Disponível em: . Acesso em: set./2015

VOGT, Carlos. O conhecimento, as universidades e seus desafios. Universidade em questão. Brasília: Universidade de Brasília, 2003.

WOOLCOCK, Michael. Social capital and economic development: Toward a theoretical synthesis and policy framework. Theory and society, v. 27, n. 2, p. 151-208, 1998.

WORLD BANK. Guatemala Poverty Assessment. Washington D. C.: World Bank, 2003.

YIN, R. K. Estudo de caso: planejamento e métodos. Porto Alegre: Bookman, 2001.




DOI: https://doi.org/10.26767/coloquio.v16i1.1210

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.