A produção do espaço da pequena cidade de Nova Palma (RS), BrasilA produção do espaço da pequena cidade de Nova Palma (RS), Brasil

Vanessa Manfio, Gilda Maria Cabral Benaduce

Resumo


A cidade é um produto histórico da sociedade, formado pelos atores sociais e suas relações com a natureza. Assim, a produção depende da organização produtiva, dos fluxos e fixos, das sinergias, das relações e contradições, da materialização das formas e da cultura dominante no espaço. Pensar essa produção é fazer uma reflexão socioespacial ao longo do tempo, principalmente quando se aborda a pequena cidade, cujas interações e o modo de construção do urbano são mais complexos, requerendo um olhar geográfico apurado dos fatos e essências que alimentam o espaço. Dessa forma, este artigo tem como objetivo central discutir a respeito da produção do espaço urbano da pequena cidade de Nova Palma, no Rio Grande do Sul, a fim de contribuir com os estudos urbanos.

Texto completo:

PDF

Referências


BACELAR, W. K. de A. Pequena Cidade: uma caracterização. In: Encontro de Grupos de Pesquisa, V., Santa Maria, 2009. Anais... Santa Maria: UFSM, 25-27 nov. 2009. Disponível em: . Acesso em: 22 dez. 2016.

CARLOS, A. F. A. A cidade. São Paulo: Contexto, 1992.

______. A reprodução do espaço urbano como momento da acumulação capitalista. In: CARLOS, A. F. A. (Org.). Crise Urbana. São Paulo: Contexto, 2015. p. 25-36.

______. Da organização à produção do espaço no movimento do pensamento geográfico. In: CARLOS, A. F. A.; SOUZA, M. L. de; SPOSITO, M. E. B. (Orgs). A produção do espaço urbano: agentes e processos, escalas e desafios. São Paulo: Contexto, 2012.

CAVALCANTI, Lana de Souza. A geografia escolar e a cidade: ensaios sobre o ensino de Geografia para a vida urbana cotidiana. Campinas: Papirus, 2008.

CHAVES, T. S. Estudo de caso – A cidade de Juiz de Fora MG – sua centralidade e problemas sócioeconômicos. Revista GEOMAE. Campo Mourão–PR, v. 2, n. 1 especial, p. 155-170, 2 sem. 2011.

CORRÊA. R. L. Globalização e reestruturação da rede urbana: uma nota sobre as pequenas cidades. Território, Rio de Janeiro, v. 4, n. 6, p. 43-52, jan./jun, 1999.

______. Sobre agentes sociais, escala e produção do espaço: um texto para discussão. In: CARLOS A. F. A.; SOUZA, M. L. de; SPOSITO, M. E. B. (Orgs.). A produção do espaço urbano: agentes e processos, escalas e desafios. São Paulo: Contexto, 2011. p. 41-52.

ENDLICH, A. M. O estudo das pequenas cidades e os desafios conceituais: áreas de comparabilidade e complexidade mínima. Huellas. Madrid, n. 15, p. 149-165, 2011. Disponível em: .

Acesso em: 12 dez. 2016.

FRESCA, T. M. Centros locais e pequenas cidades: diferenças necessárias. Mercator. Fortaleza/CE. Número especial, p. 75-81, dez. 2010.

______. Em defesa dos estudos das cidades pequenas no ensino de geografia. Geografia, Londrina, v. 10, p. 27-34, jan./jun. 2001.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Censo demográfico. 2018. Disponível em: . Acesso em: 2 abr. 2016.

LEFEBVRE, H. La production de l’espace. Paris: Éditions Anthropos, 2000.

LOPES JÚNIOR, W. M.; SANTOS, R. C. B. dos. Reprodução do espaço urbano e a discussão de novas centralidades. Revista RA’EGA, Curitiba, n. 19, p. 107-123, 2010. Disponível em: . Acesso em: 12 nov. 2016.

MANFIO, V . A cidade e os equipamentos urbanos: uma análise sobre Nova Palma/RS. InterEspaço. Grajaú/MA, v. 1, n. 2, p. 137-151 jul./dez. 2015. Disponível em: . Acesso em: 2 jun. 2016.

______. O papel da CAMNPAL na (re)estruturação do espaço urbano de Nova Palma-RS. 2011. 128f. Dissertação (Mestrado em Geografia) – Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2011.

MANFIO, V.; BENADUCE, G. M. C. A (re)estruturação urbana e o desenvolvimento local da pequena cidade de Nova Palma/RS. Revista GEOMAE, Campo Mourão, v. 2, n. 1, p. 71-82, jul./dez. 2011.

MONDARDO, M. L. Meandros na produção do espaço urbano: mobilidade, acessibilidade e exclusão social. Boletim Goiano de Geografia. Goiânia – Goiás, v. 29 n. 1 p. 57-72 jan./jun. 2009. Disponível em: . Acesso em: 2 jun. 2016.

MORAES, A. F. de; GOUDARD, B.; OLIVEIRA, R. de. Reflexões sobre a cidade, seus equipamentos urbanos e a influência destes na qualidade de vida da população. Revista Interthesis, Florianópolis, v. 5., n. 2, p. 93-103, 2008. Disponível em: . Acesso: 17 jun. 2015.

SANTOS, M. Espaço e Método. 4. ed. São Paulo: Nobel, 1985.

______. Espaço e Sociedade. Petrópolis: Vozes, 1979.

______. Técnica, espaço, tempo. Globalização e meio técnico-científico informacional. São Paulo: Hucitec, 1997.

SAQUET, M. A. Os tempos e os territórios da colonização italiana: o desenvolvimento econômico da colônia Silveira Martins (RS). Porto Alegre: EST, 2003.

SINGER, P. Economia Política da Urbanização. 6. ed. São Paulo: Brasiliense, 1979.

SILVA, W. R. da. Reflexões em torno do urbano no Brasil. In: SPÓSITO, M. E. B.; WHITACKER, A. M. (Orgs.). Cidade e campo: relações e contradições entre urbano e rural. São Paulo: Expressão popular, 2006. p. 65-80.

SOUZA, M. L. de. A cidade, A palavra e o poder: práticas, imaginários e discursos heterônomos e autônomos na produção do espaço urbano. In: CARLOS, A. F. A.; SOUZA, M. L. de. SPOSITO, M. E. B. (Orgs). A produção do espaço urbano: agentes e processos, escalas e desafios. São Paulo: Contexto, 2012. p. 147-166.

______. O que faz de cidade uma cidade? In: ABC do desenvolvimento urbano. 4. ed. Rio de janeiro: Bertrand Brasil, 2008. p. 23-40.

SPOSITO, M. E. B. O chão arranha o céu: a lógica da (re)produção monopolista da cidade. 1991. Tese (Doutorado) – Universidade de São Paulo, São Paulo, 1991.




DOI: https://doi.org/10.26767/coloquio.v16i1.1206

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.