Um modelo aplicado à melhoria dos processos de planejamento estratégico e autoavaliação em Instituições de Ensino Superior Privadas

Josias E. Julierme Mazzurana, Carlos Fernando Jung

Resumo


Este artigo apresenta um modelo metodológico desenvolvido para melhoria dos
processos de planejamento e autoavaliação aplicado à gestão de Instituições de
Ensino Superior Privadas - IESP. Para tanto, foi realizada uma análise bibliográfica,
que resultou em um Modelo de Planejamento Estratégico articulado à autoavaliação
institucional, requisito normativo para o processo de regulação do Ensino Superior,
instituída pela Lei no 10.861, de 14 de abril de 2004.

Texto completo:

PDF

Referências


ANDRIOLA, Wagner Bandeira. Planejamento Estratégico e Gestão Universitária como atividades oriundas da auto-avaliação de instituições de ensino superior (IES): o exemplo da universidade federal do ceará (ufc). Revista Iberoamericana de Evaluación Educativa 2009. vl. 2, n 2. p. 82-103.

BATEMAN, Thomas S; SNELL, Scott A. Administração: construindo vantagem competitiva. São Paulo, Atlas, 1998.

BRASIL. Executivo. Lei no 10.861, de 14 de abril de 2004. Institui o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior – SINAES e dá outras providências. Disponível em: .Acesso em: 10 ago. 2012b

______. Instituto de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. SINAES – Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior: da concepção à regulamentação. 5 ed. Brasília; 2009.

______. Ministério da Educação. Comissão Nacional de Avaliação da Educação Superior (CONAES). Diretrizes para a Avaliação das Instituições de Educação Superior. Brasília, 2004.

______. ______. Comissão Nacional de Avaliação da Educação Superior

(CONAES). Documento orientador das comissões de avaliação in loco. Brasília, 2012a.

______. ______. Comissão Nacional de Avaliação da Educação Superior

(CONAES). Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (INEP).

Orientações Gerais para o Roteiro da Auto-Avaliação das Instituições. 2004. Disponível em: . Acesso em: 10 agosto. 2012.

______. ______. Portaria Normativa No 40, de 12 de dezembro de 2007. Institui o e-MEC, sistema eletrônico de fluxo de trabalho e gerenciamento de informações relativas aos processos de regulação, avaliação e supervisão da educação superior no sistema federal de educação, e o Cadastro e-MEC de Instituições e Cursos Superiores e consolida disposições sobre indicadores de qualidade, banco de avaliadores (Basis) e o Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (ENADE) e outras disposições. Republicada em 29/12/2010, Seção 1, p. 23, por ter saído no

Diário Oficial da União no 239, de 13/12/2007, Seção 1, p. 39, com incorreção no original.

______. ______. Secretaria de Educação Superior – SESu. Portaria no 11, de 28 de abril de 2003. Institui Comissão Especial com a finalidade de analisar, oferecer subsídios, fazer recomendações, propor critérios e estratégias para a reformulação dos processos e políticas de avaliação do ensino superior e elaborar a revisão crítica dos seus instrumentos, metodologias e critérios utilizados. Publicada no Diário Oficial da União em 30/04/2003, Seção 1, p. 19.

______. ______. Secretaria de Educação Superior – SESu. Portaria no 19, de 27 de maio de 2003. Designa professores para integrarem a Comissão Especial, instituída pela Portaria MEC/SESu, n° 11, de 28 de abril de 2003, publicada no DOU de 30 de abril de 2003, seção 2, p. 19. Publicada no Diário Oficial da União em 28/05/2003, Seção 1 p. 11

CARDOSO, Wille Muriel. O Impacto do Plano de Desenvolvimento Institucional na Profissionalização das Instituições Privadas de Ensino Superior. Dissertação (Mestrado em Administração) - Faculdades Integradas de Pedro Leopoldo, Belo Horizonte, 2006.

DOURADO, Luiz Fenandes; CATANI, Afrânio Mendes; MANCEBO, Deise;

OLIVEIRA, João Ferreira de (Org.) Políticas e Gestão da Educação Superior: transformações recentes e debates atuais. São Paulo: Xamã, 2003.

GALDINO, Mary Neuza Dias. A Autoavaliação Institucional no Ensino Superior como Instrumento de Gestão. Fundação CESGRANRIO/ Universidade do Grande Rio.

XXV Simpósio Brasileiro II Congresso IBERO-AMERICANO de Políticas e Administração da Educação. Jubileu de Ouro da ANPAE, no período de 26 a 29 de abril de 2011.

INSTITUTO Brasileiro de Geografia Estatística – IBGE. Pesquisa Mensal de

Emprego. Disponível em:

INSTITUTO Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira INEP. Censo da educação superior: 2010 – resumo técnico. Brasília: Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, 2012.

LIMA, Arnaldo José de; TOMIELLO, Naira; SILVEIRA, Rosana Rosa. Metodologias de Planejamento Estratégico: uma discussão preliminar para IES. IV Colóquio Internacional sobre Gestão Universitária na América do Sul. Florianópolis, 8 a 10 de dezembro de 2004. Disponível em: . Acesso em: 24 set. 2012.

MACHADO, Luiz Eduardo. Gestão Estratégica para Instituições de Ensino Superior. Rio de Janeiro: FGV, 2008,

MAXIMIANO, Antonio César Amaru. Introdução à Administração. 4. ed. São Paulo: Atlas, 1995.

______. Introdução à Administração. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2004.

MEYER JÚNIOR; Victor; SERMANN, Lúcia I. C; MANGOLIM Lúcia. Planejamento e Gestão Estratégica: viabilidade nas IES. IV Colóquio Internacional sobre Gestão Universitária na América do Sul. Florianópolis, 8 a 10 de dezembro de 2004. Disponível em: . Acesso em: 24 set. 2012.

MILES, M. B.; HUBERMAN, A. M. Qualitative da analysis: a sourcebook of new methods (2nded.). Newbury Park, CA: Sage. 1994. In: CRESWELL, John W. Projetos de pesquisa: métodos qualitativos, quantitativos e misto. 2. ed. Porto Alegre: Artmed, 2007.

OLIVEIRA, Djalma de Pinho Rebouças de. Planejamento Estratégico: conceitos, metodologias e práticas. 26. ed. São Paulo, Atlas, 2009;

PAPA FILHO, Sudário. Planejamento Estratégico em Instituições de Ensino

Superior. In: GOULART, Íris Barbosa; PAPA FILHO, Sudário (Coord.). Gestão de Instituições de Ensino Superior. Curitiba: Juruá, 2009;

ROJO, Claudio Antonio. Diagnóstico Ambiental - uma etapa do Planejamento estratégico para Instituições de ensino superior da iniciativa privada: O caso da faculdade de Ciências Sociais Aplicadas de Cascavel – UNIVEL. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Produção), Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2001

SCHERMERHORN, Johm R. Administração: conceitos fundamentais. Rio de

Janeiro: LTC, 2006.

SINDICATO das Entidades Mantenedoras de Estabelecimentos de Ensino Superior no Estado de São Paulo – Semesp. Revista Ensino Superior. Para não perder de vista. Disponível em:

VIANNA; Ilca Oliveira de Almeida. Planejamento Estratégico e Participativo: elaboração, fatores facilitadores e dificultadores de sua implantação na universidade.

IV Colóquio Internacional sobre Gestão Universitária na América do Sul.

Florianópolis, 8 a 10 de dezembro de 2004. Disponível em:

. Acesso em: 24 set. 2012.




DOI: https://doi.org/10.26767/coloquio.v11i1.103

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.