CURSO DE TECNOLOGIA ASSISTIVA: UM ENFOQUE NA PEDAGOGIA DE PROJETOS ENQUANTO METODOLOGIA DE ENSINO INCLUSIVO

Fernanda Figueira Marquezan, Mariza Gorette Seeger

Resumo


Atualmente, vivenciam-se  inúmeras modificações ocorridas ao longo do tempo, em especial, na  área da Educação. São muitos os fatores que impulsionaram essas mudanças, pode-se destacar o uso das tecnologias, cujos desafios impostos aos professores e às oportunidades com a inserção de novas formas e meios, exigiram-lhes novos métodos de ensino que permitissem atender aos seus objetivos. Dessa forma, a Pedagogia de Projetos enquanto metodologia de ensino, surge como uma alternativa metodológica,  que passa a ser encarada como meio e não sua finalidade, conduzindo assim, os estudantes à autoeducação, à autonomia, à emancipação intelectual, ou seja, facilitando sua aprendizagem à incorporação de normas, atitudes e valores, tornando-o um cidadão participante. Nesse sentido, este trabalho objetiva propor a elaboração de um Curso de Tecnologia Assistiva com enfoque na Pedagogia de Projetos a ser desenvolvido no Laboratório Aberto da Universidade Federal de Santa Maria (LABINFO/UFSM), visando contribuir para a formação continuada dos professores de Educação Especial em vista do desenvolvimento de práticas e estratégias pedagógicas para o uso de Tecnologia Assistiva (TA) nas Salas de Recursos Multifuncionais (e nas salas comuns) das escolas privadas e públicas municipais e estaduais de Santa Maria, RS. Quanto aos procedimentos metodológicos deste estudo, realizou-se uma pesquisa bibliográfica acerca da Pedagogia de Projetos e das tecnologias assistivas e suas metodologias de ensino para o Atendimento Educacional Especializado. As fontes de pesquisas basearam-se em obras dos seguintes autores: HERNÁNDEZ (1998), KUBO, BOTOMÉ (2005), BERSCH (2013). Além disso, realizar-se-á contato junto às Secretarias de Muncípio de Educação e a 8ª Coordenadoria Regional de Educação de Santa Maria a fim de levantar informações, como, perfil e número de professores de Educação Especial que atuam em Salas de Recursos Multifuncionais (ou não) de escolas privadas e públicas municipais e estaduais para lhes contatar futuramente. Na sequência, propôs-se, ainda, a elaboração de ementa deste curso. Quanto à estuturação do curso, pode ocorrer semestralmente. O conteúdo a ser ministrado terá como suporte teórico a metodologia de projetos, podendo ser revisto e melhorado a cada semestre. Oferecido na modalidade presencial e gratuito. Acredita-se que a discussão acerca da proposta de elaboração de Curso de Tecnologia Assistiva com enfoque na Pedagogia de Projetos enquanto metodologia de ensino inclusivo no LABINFO/UFSM, apresenta-se bastante relevante ao tema do 23º Seminário Internacional de Educação, Tecnologia e Sociedade: Metodologias ativas à medida que visa contribuir à formação continuada dos professores de Educação Especial, pois possibilita o desenvolvimento de práticas e estratégias pedagógicas para o uso de TA nas Salas de Recursos Multifuncionais (ou fora) das escolas privadas e públicas municipais e estaduais. Diante do estudo exposto, percebeu-se que as metodologias de ensino inclusivas aliadas às tecnologias assistivas cumprem um papel importante para o ensino-aprendizagem de pessoas com deficiência. Conclui-se, assim, que a formação docente relacionada a esta temática se faz necessária para que professores estejam melhor preparados para a utilização de novos métodos, técnicas e recursos mais eficazes para o aprendizado desses alunos.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

________________________________________________

Redin - Revista Educacional Interdisciplinar

ISSN: 2594-4576