MASSIVE OPEN ONLINE COURSES NA ÁREA DA SAÚDE: UMA REVISÃO INTEGRATIVA

Talita Helena Monteiro de Moura, Gabriel Henrique de Lima, Patricia Smith Cavalcante

Resumo


O ensino online requer utilização de Tecnologias da Informação e Comunicação, constituindo uma modalidade de aprendizagem ampliada que estimula diferentes formas de pensar, agir e produzir, que condiz com a necessidade de inovação tecnológica. O objetivo deste estudo foi identificar as contribuições dos Massive Open Online Courses (MOOCs) na área da saúde. Foi realizada uma revisão integrativa de artigos publicados em português, inglês e espanhol utilizando os descritores: educação permanente, metodologias de aprendizagem, educação online, massivo e saúde na primeira busca. Na segunda busca foram utilizados os descritores: educação continuada, massivo, saúde, educação online. A pesquisa foi realizada por meio do Software Publish or Perish versão 6.34.6288, em agosto de 2018 sem estabelecer limites quanto ao ano de publicação. Consideraram-se os critérios de inclusão: artigos científicos publicados nos idiomas inglês, português ou espanhol que abordassem MOOCs na área da saúde e que estivessem disponíveis na íntegra nas bases de dados selecionadas, ou mediante o contato com os autores por meio do endereço eletrônico ou compra virtual. Os capítulos de livros, artigos de reflexão, dissertações, teses, reportagens, editoriais de jornais sem caráter científico, revisões sistemáticas e integrativas e relatos de experiência foram excluídos. Foram identificadas 1.960 publicações, após a leitura dos títulos e resumos totalizaram-se 09 artigos para realizar leitura na íntegra, avaliação do rigor metodológico e coleta dos dados. A qualidade dos estudos selecionados foi avaliada por meio do instrumento adaptado do Critical Apppraisal Skills Programme (CASP) que abrange: objetivos do estudo, adequação metodológica ao tipo de estudo, coerência do desenho metodológico e definição dos participantes, procedimentos para a coleta de dados, relação entre pesquisador e pesquisados, considerações éticas, procedimento para análise dos dados, apresentação dos resultados e importância da pesquisa. Os resultados desta classificação foram organizados em dois níveis A e B. Após avaliação dos 09 artigos pré-selecionados, foram excluídos dois por não apresentar boa qualidade metodológica. Ao final foram incluídos 07 artigos originais de pesquisa, os quais alcançaram escore entre 6 e 10. Constatou-se que os MOOCs são recursos potentes para atualização sobre temáticas de saúde, proporcionando aprendizagens a públicos diversos, a exemplo da formação de professores da educação básica e no processo de ensino de cursos de graduação na área da saúde. Portanto, as Tecnologias da Informação e Comunicação podem contribuir no ensino e aprendizagem em diferentes contextos educativos.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

________________________________________________

Redin - Revista Educacional Interdisciplinar

ISSN: 2594-4576