JOGOS DIGITAIS NO ENSINO DE HISTÓRIA: O CASO DOIS DE JULHO: TOWER DEFENSE

Antonieta Miguel, Carlos Roberto Moreira de Souza Marinho

Resumo


Este trabalho apresenta algumas reflexões sobre o uso de jogos eletrônicos enquanto um recurso potencializador de aprendizagem histórica, de forma que conduz processos de aprendizagem dos alunos de forma lúdica e significativa. A investigação se desenvolve a partir de uma experiência de oficina com o jogo Dois de Julho: Tower Defense, aplicada com alunos do 7º Ano do Colégio Estadual Tereza Borges de Cerqueira, localizado em Caetité-BA. Os dados que serviram de amostragem foram coletados a partir de questionários aplicados antes e depois da execução do game, onde qualitativamente foram analisados. Ao fim, as informações da pesquisa revelaram que o game, potencializou a aprendizagem de informações desconhecidas sobre o processo de independência da Bahia, agindo satisfatoriamente no processo de construção de conhecimentos sobre fatos e aspectos deste momento histórico do Estado.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

________________________________________________

Redin - Revista Educacional Interdisciplinar

ISSN: 2594-4576