OS SABERES DOCENTES PARA O USO DE GAMES NO ÂMBITO DO ENSINO DE FÍSICA

Juliano Molinos de Andrade, Claudia Smaniotto Barin, Sandra Hunsche, Ricardo Machado Ellensohn

Resumo


O ensino de Física tem sido relatado na literatura como complexo e desestimulante, o que requer dos professores um olhar mais atento de forma a romper com este paradigma. Por outro lado, a gamificação vem se destacando no âmbito educacional como uma importante ferramenta para mediação pedagógica, visto que está em consonância com as necessidades e estilos de aprendizagem dessa nova geração de estudantes. Estudo anterior, no âmbito da educação profissional, aponta que apesar dos professores acharem os games interessantes como elemento de mediação pedagógica, poucos o utilizam em sala de aula (SILVA, ELLENSOHN, BARIN, 2016). Com base nos fatos citados, o presente trabalho tem como objetivo estabelecer relações entre os saberes docentes apontados por Tardif (2014) e o uso de games para o ensino de física. Para isso buscou-se na base de dados do Periódicos Capes, artigos revisados por pares que contivessem os termos “Gamification and Physics Learning” e sua versão em português, publicados nos últimos cinco anos. A busca retornou 160 artigos em língua inglesa e apenas 2 artigos em língua portuguesa, que foram criteriosamente analisados no intuito de identificar os saberes profissionais, curriculares, disciplinares e experienciais e, assim, buscar relações entre eles e o ensino de física mediado por games. Os resultados apontam para a necessidade de mudanças na prática docente, de forma a atender as demandas atuais, exigindo não apenas novos modelos e metodologias, mas a aquisição de novos saberes. Nesse sentido além dos saberes disciplinares e curriculares no campo da física, o professor precisa desenvolver outras facetas dos saberes profissionais, requerendo à aquisição da fluência tecnológica e pedagógica para o uso das tecnologias no contexto escolar. Ademais, são indispensáveis os saberes experienciais, produzidos no decorrer de sua atuação enquanto docente, que se reflete sobre sua performance e a modifica num constante movimento espiralado e crítico, rompendo paradigmas e promovendo inovações no campo educacional, a medida que se apropria das potencialidades dos games para o ensino e aprendizagem de física.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

________________________________________________

Redin - Revista Educacional Interdisciplinar

ISSN: 2594-4576