O uso do sistema WMS na gestão de estoques: o caso Paraboni Multiferramentas Ind. e Com. Ltda

Edimar Fernando Casagrande, João Carlos Bugs

Resumo


O WMS, denominado Warehouse Management System (Sistema de Gerenciamento de Armazém), é uma ferramenta de gestão de estoques indispensável para as organizações, possibilitando controle, organização e confiabilidade. O presente artigo aborda o uso do sistema WMS na empresa Paraboni Multiferramentas Ind. e Com. Ltda, e tem como objetivo principal analisar o sistema de gerenciamento WMS na gestão de estoques. Além disso, identificar os fatores que influenciaram na sua implantação e os benefícios que o sistema proporcionou também se faz relevante. Para tanto, utilizou-se uma pesquisa exploratória descritiva com trinta colaboradores do Centro de Distribuição da Paraboni Multiferramentas Ind. e Com. Ltda. A partir da coleta de dados, foi possível compreender o quanto é importante o sistema de gerenciamento WMS dentro das organizações, sendo que a grande maioria dos entrevistados concordaram que o sistema melhorou de forma significativa os processos.

Texto completo:

PDF

Referências


ACKERMAN, Ken. 350 dicas para gerenciar seu armazém: almoxarifado, depósito, centro de distribuição. São Paulo: Imam, 2004.

BALLOU, Ronald H. Gerenciamento da Cadeia de Suprimentos. 5. ed. Porto Alegre: Bookman, 2006.

DAVIS, Mark M.; AQUILANO Nicholas J.; CHASE Richard B. Fundamentos da Administração da Produção. Trad. Eduardo D. Agord Schaan. et al. 3. ed. Porto Alegre: Bookman, 2001.

FLEURY, Paulo Fernando; WANKE, Peter; FIGUEIREDO, Kleber Fossati. Logística empresarial: a perspectiva brasileira. São Paulo: Atlas, 2000.

GAITHER, Norman; FRAZIER, Greg. Administração da Produção e Operações. 8. ed. São Paulo: Thomson Learning, 2002.

GIL, Antônio Carlos. Como Elaborar Projetos de Pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2002.

GOOGLE ACADÊMICO. Gestão de armazéns: implementação de um sistema de piking na indústria alimentar. Disponível em: http://repositorio.ipsantarem. pt/bitstream/10400.15/1152/1/Disserta%C3%A7%C3%A3o%20Vers%C3%A3o%20Final%20271212.pdf.Acesso em:22 ago. 2015.

HONORATO, Gilson. Conhecendo o Marketing. Barueri, SP: Manoela, 2004.

KOTLER, Philip, Armstrong, Gary. Princípios de Marketing.12. ed. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2007.

LAKATOS, Eva Maria; MARCONI, Marina de Andrade. Metodologia do Trabalho Científico: procedimentos básicos, pesquisa bibliográfica, projetos e relatórios, publicações e trabalhos científicos. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2001.

______. Fundamentos de Metodologia Científica. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2009.

MACHADO, Alexandre; SELLITTO, Miguel Afonso. Benefícios da Implantação e Utilização de um Sistema de Gerenciamento de Armazéns em um Centro de Distribuição. Produção Online, Florianópolis, SC, v. 12, n.1, p.46-72. Jan/mar. 2012.

MARTINS, Petrônio G.; LAUGENI, Fernando P. Administração da Produção. 2. ed. São Paulo: Saraiva, 2005.

PARABONI MULTIFERRAMENTAS IND. E COM. LTDA. Disponível em:. Acesso em: 09 mar. 2015.

PORTER, Michael E. Estratégia Competitiva: técnicas para análise de indústria e da concorrência. Rio de Janeiro: Campus, 1986.

RODRIGUES, Aroldo. Psicologia Social para Principiantes: Estudo da Interação Humana. 11. ed. Rio de Janeiro: Vozes, 2007.

SLACK, Nigel; CHAMBERS, Stuart; JOHNSTON, Robert. Administração da Produção. 3. ed. São Paulo: Atlas, 2009.

SORIANO, Felipe Furlan; SALGADO, Alexandre Pereira Junior. Uma análise do Sistema de Gestão WMS: um estudo multicaso em empresas desenvolvedoras e usuárias. Produção Online, Florianópolis, SC, v. 14, n.1, p.195-218, jan/mar.2014.

STAKE, Roberto E. Pesquisa Qualitativa: estudando como as coisas funcionam. Porto Alegre: Penso, 2011.

VIEIRA, Darli Rodrigues; ROUX, Michel. Auditoria logística: uma abordagem prática para operações de centros de distribuição. Rio de Janeiro: Elsevier, 2012.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.