Análise da influência do enquadramento de companhias brasileiras nos níveis de governança corporativa na BM&F Bovespa

Paulo Roberto Grassmann Junior, José Eduardo Zdanowicz

Resumo


O artigo visa analisar o desempenho, a valoração das ações e dos índices econômico-financeiros de companhias brasileiras negociadas em bolsa de valores, de acordo com as práticas de governança corporativa. O estudo trata do tema governança corporativa, com intuito de estabelecer as relações com o mercado de capitais e a valoração das ações das companhias, abordando os conceitos, as características e os órgãos, com destaque para o IBGC e a BM&F Bovespa, os níveis diferenciados de negociação de governança e os métodos para a análise da rentabilidade das companhias. Foi aplicada uma pesquisa exploratória, mediante um estudo de múltiplos casos. Os dados foram coletados a partir da base histórica de cotações da BM&F Bovespa e das Demonstrações Financeiras publicadas pelas companhias ao mercado. Assim, demonstrou-se as relações, concluindo-se que a valoração das ações eventualmente é influenciada pela adoção dos sistemas de governança corporativa.

Texto completo:

PDF

Referências


BANCO CENTRAL DO BRASIL. Disponível em . Acesso em: 16/07/2014.

BM&F BOVESPA. Disponível em . Acesso em: 08 de mar. de 2014.

________________. Nível 1 – Governança corporativa. São Paulo: 2002. Disponível em: . Acesso em: 08 de mar. de 2014.

________________. Nível 2 – Governança corporativa. São Paulo: 2002. Disponível em: . Acesso em: 08 de mar. de 2014.

________________. Novo Mercado – Governança corporativa. São Paulo: 2009. Disponível em:. Acesso em: 08 de mar. de 2014.

BORGERTH, Vania Maria da Costa. SOX: entendendo a Lei Sarbanes-Oxley. São Paulo: Thomson Learning, 2007.

CAVALCANTE, Francisco; MISUMI, Jorge Y.; RUDGE, Luiz Fernando. Mercado de Capitais: o que é, e como funciona. 7. ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2009.

CHARAN, Ram. Reinventando a governança corporativa: por que a estratégia de atuação os conselheiros pode determinar o sucesso ou o fracasso de uma empresa. Rio de Janeiro: Elsevier, 2010.

COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS - CVM. Cartilha de recomendações da CVM sobre governança corporativa. Portal CVM. 2002. Disponível em: . Acesso em: 11 de mar. de 2014.

_________________. Instrução CVM n°. 469, de 02 de maio de 2008. Disponível em: . Acesso em: 04 de abr. de 2014.

_________________. O mercado de valores mobiliários brasileiro. 2. ed. Rio de Janeiro: Comissão de Valores Mobiliários, 2013.

DOANE, David P.; SEWARD, Lori E. Estatística aplicada à administração e à economia. Porto Alegre: AMGH, 2011.

GIL, Antônio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2002.

________________. Técnica de pesquisa em economia e elaboração de monografias. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2002.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GOVERNANÇA CORPORATIVA. Disponível em Acesso em: 11 de mar. de 2014.

LODI, João Bosco. Governança corporativa: o governo da empresa e o conselho de administração. 4. ed. Rio de Janeiro: Campus, 2000.

MARCONI, Marina de Andrade. LAKATOS, Eva Maria. Fundamentos da metodologia cientifica. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2009.

PASCHOARELLI, Rafael. Como ganhar dinheiro no mercado financeiro: encontre o perfil de investidor adequado à sua personalidade. Rio de Janeiro: Elsevier, 2008.

PINHEIRO, Juliano Lima. Mercado de capitais: fundamentos e técnicas. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2008.

VIEIRA, Solange Paiva. MENDES, André G. S. Teixeira. Governança corporativa: uma análise de sua evolução e impactos no mercado de capitais brasileiro. Revista do BNDES, Rio de Janeiro, Vol. 11, P. 103 – 122, Dezembro de 2004.

YIN, Robert K. Estudo de caso: planejamento e métodos. 2. ed. Porto Alegre: Bookman, 2001.

ZDANOWICZ, José Eduardo. Finanças aplicadas para empresas de sucesso. São Paulo: Atlas, 2012.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.