Estudo do grau de satisfação dos cooperados em uma cooperativa de saúde: O caso Unimed Vale do Sinos/RS

Viviane Outeiro, Roberto Tadeu Ramos Morais

Resumo


O objetivo principal do trabalho é o levantamento do grau de satisfação dos cooperados com os serviços prestados pelos colaboradores. Utilizou-se o estudo de caso de cunho exploratório e descritivo, mediante pesquisa bibliográfica. Os principais autores utilizados nesta pesquisa foram Las Casas (2012), Pinho (2000) e Davis e Newstrom (1992). Os dados relativos ao estudo de caso foram obtidos através de questionários fechados enviados por e-mail aos associados da cooperativa, e também entregues pessoalmente. A partir da análise dos dados, ficou comprovado que a satisfação desses é um dos fatores principais para a permanência da empresa no mercado. Concluiu-se que a empresa possui um nível satisfatório na maioria dos itens pesquisados, mas alguns pontos devem ser melhorados para que a empresa consiga cada vez mais elevar o nível de satisfação de seus colaboradores e cooperados, e, com isso, consolidar a sua permanência no mercado.

Texto completo:

PDF

Referências


CHIAVENATO, Idalberto. Introdução à teoria geral da administração. 8. ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2011.

COOPERATIVISMO DE CRÉDITO. Histórico do cooperativismo no Brasil. Disponível em: . Acesso em: 15 de mar. 2014.

DETZEL, Denis H; DESATNICK, Robert L. Gerenciar bem é manter o cliente. São Paulo: Pioneira, 1995.

GAWLAK, Albino; RATZKE, Fabiane Allage Y. Cooperativismo:filosofia de vida para um mundo melhor. Curitiba: Ocepar, 2001.

GIL, Antonio. C.; Como Elaborar Projetos de Pesquisa. 4.ed. São Paulo: Atlas, 2009. HERZBERG, Frederick. Psicodinâmica da vida organizacional: motivação e liderança. 2. ed. São Paulo: Atlas, 1997.

HUNT, James; OSBORN, Richard. Fundamentos do comportamento organizacional. São Paulo: Bookman, 2002.

LAS CASAS, A. L. Excelência em Atendimento ao cliente como fator estratégico e diferencial competitivo. Ed. M.Books do Brasil Editora LTDA. São Paulo 2012 ISBN: 978.85-7680-126-9.

LOVELOCK, C. L. W., Serviços: Marketing e Gestão. São Paulo: Saraiva, 2005.

MARCONI, Marina de Andrade; LAKATOS, Eva Maria. Técnicas de Pesquisa: planejamento e execução de pesquisas, amostragens e técnicas de pesquisa cientifica.

MCGREGOR, Douglas. O lado humano da empresa. São Paulo: Martins Fontes, 2009.

MORAIS, Roberto Tadeu Ramos, Administração: conceitos e práticas. Taquara: Faccat, 2007.

NEWSTROM, John; DAVIS, Keith. Comportamento humano no trabalho. São Paulo: Pioneira, 1992 .

OLIVEIRA, N.B. de. Cooperativismo: guia prático. Porto Alegre:[s.n.], 1979.

ORGANIZAÇÃO DA COOPERATIVAS BRASILEIRA – OCB. Disponível em: . Acesso em: 17 de mar. 2014.

PINHO, Diva B. Gênero e desenvolvimento em cooperativas: compartilhando igualdade e responsabilidades. Esetec. Brasília: SESCOOP/OCB, 2000.

PINHO, Diva Benevides (2004), o cooperativismo no Brasil.

POLONIO, Wilson Alves. Sociedades Cooperativas. 2. ed. São Paulo: Atlas,1999.

ROBBINS, Stephen P. Comportamento Organizacional. 11. ed. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2005.

SCHERMERHON Jr., John R. Administração. 8. ed. Rio de Janeiro: LTC, 2007.

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM DO COOPERATIVISMO – SESCOOP, Livro cooperativismo, 2010.

WAGNER III, John A; HOLLENBECK, John R. Comportamento Organizacional: Criando vantagem competitiva. São Paulo: Saraiva, 1999.

WHITELEY, Richard. A empresa totalmente voltada para o cliente. Rio de Janeiro:Campus,1999.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.