PROCEDIMENTOS OPERACIONAIS E CONTÁBEIS DE UMA CORRETORA DE CRIPTOMOEDAS

Dinara Regina Fleck, Oscar Luiz da Silveira Scherer

Resumo


As operações com criptomoedas vêm ganhando cada dia mais espaço no mercado, movimentando milhões nas corretoras em todo o mundo. A praticidade, inovação e baixo custo fazem com que cada vez mais empresas utilizem a moeda digital como forma de pagamento nos seus negócios. Dessa forma, o estudo teve como objetivo verificar de que forma operam e como são contabilizadas as operações das corretoras de criptomoedas, bem como identificar quais os aspectos específicos do Bitcoin, a mais famosa criptomoeda. Para atingir os objetivos propostos, optou-se por uma pesquisa descritiva, de abordagem qualitativa e delineamento bibliográfico, sendo realizado um estudo de caso em uma corretora de criptomoedas sediada na cidade de São Paulo. Os resultados mostraram uma valorização de aproximadamente 771% na cotação do bitcoin entre o dia 1º de janeiro de 2017 e o dia 1º de novembro de 2017, além de um aumento de 300 mil clientes na corretora estudada entre os meses de março e novembro de 2017. Foi constatado que as corretoras de criptomoedas atuam exclusivamente como intermediárias de serviço entre os compradores e vendedores, não estando, assim, expostas aos riscos da flutuação cambial das moedas. Há ainda a necessidade de regulamentação do mercado no Brasil, a fim de que se possa garantir maior segurança aos usuários e também maior padronização nos lançamentos contábeis das corretoras.

Texto completo:

PDF

Referências


ABOBOREIRA, Edgar. Por dentro da regulação de moedas virtuais no Japão: por que devemos ficar atentos? Disponível em: . Acesso em: 30 jun. 2017.

ALTCOIN BRASIL. Cotações. Disponível em: . Acesso em: 31 jul. 2017.

BANCO CENTRAL DO BRASIL (BACEN). BC esclarece sobre os riscos decorrentes da aquisição das chamadas “Moedas Virtuais” ou “Moedas Criptografadas”. Brasília, 2014. Disponível em: . Acesso em: 30 abr. 2017.

BITCOIN.ORG. Some things you need to know. Disponível em: . Acesso em: 30 abr. 2017.

BITCOIN MINING. Disponível em: . Acesso em: 01 maio 2017.

BITVALOR.COM. Principais indicadores das exchanges brasileiras de bitcoin. Disponível em: . Acesso em: 31 jul. 2017.

BLOCKCHAIN LUXEMBOURG S.A.L.R.. Average USD market price across major bitcoin exchanges. Disponível em: . Acesso em: 29 jul. 2017.

BRITO, Alex Dias. Criptomoeda: estudo de caso das bitcoins e seus efeitos fiscais no território brasileiro. Brasília: Universidade Católica de Brasília, 2016.

BRAVE NEWCOIN. Bitcoin regulation overhaul in Japan. 2017. Disponível em: . Acesso em: 3 jun. 2017.

CÂMARA DOS DEPUTADOS. PL 2303/2015. Disponível em: . Acesso em: 30 jul. 2017.

CAMPOS, Thiago. Criptografia alvissarista: a chave secreta. Joinville: Clube de Autores, 2016.

CHRISTIN, Nicolas. Traveling the Silk Road: a measurement analysis of a large anonymous online marketplace. Disponível em: . Acesso em: 30 maio 2017.

COINMAP. Map of bitcoins accepting venues. Disponível em: . Acesso em: 01 maio 2017.

COOPER; Katherine. Uniform regulation for virtual currency business: coming to a state near you. 2017. Disponível em: . Acesso em: 3 jul. 2017.

CUCOLO, Eduardo. Brasileiro tem que declarar bitcoin; IR pode ser cobrado. 2014. Disponível em: . Acesso em: 20 abr. 2017.

DEEP WEB. Direção: Alex Winter. Produção: Trouper, Bond/360 e Zipper Brothers Films, 2015. (90 min).

DINBITS. State of Regulation 2017, Bitcoin and Blockchain Regulation in the United States. Disponível em: . Acesso em: 3 jul. 2017.

GALVÃO, Michele da Costa; Fundamentos em segurança da informação. São Paulo: PEARSON EDUCATION DO BRASIL, 2015.114 p.

GIL, Antonio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. São Paulo: Atlas, 2002. 176 p.

GUIA DO BITCOIN. Coinbase deixa o Havaí após Estado exigir que empresas mantenham reservas em fiat. Disponível em: Acesso em: 3 jul. 2017.

HOWELS; BAIN (2001) – ACRESCENTAR – OBRA CITADA NO ARTIGO

JUNG, Carlos Fernando. Metodologia para pesquisa e desenvolvimento. Rio de Janeiro: Axcel Books do Brasil, 2004. 312 p.

MORAIS, Carlos Yury Araújo; NETO, João Batista Brandão, Tributação das operações com criptomoedas. Teresina: Arquivo Jurídico, 2014.

KARP, Nathaniel. Blockchain technology: the ultimate disruption in the financial system. 2015. Disponível em: . Acesso em: 01 maio 2017.

KÖRNYEI, Mátyás. The regulation of the bitcoin and virtual currencies in the EU. 2016. Disponível em: . Acesso em: 4 jul. 2017.

KOTEVSKI, Petar. Bitcoin flat, Japan will not regulate BTC and karpeles tweets. 2014. Disponível em: . Acesso em: 3 jul..2017.

KOUNROUZAN, Márcia Covaciuc. O perfil do profissional contábil. 2005. Disponível em: . Acesso em: 07 out..2017.

LOPES, João do Carmo; ROSSETTI, José Paschoal. Economia Monetária. 7. ed. São Paulo: Atlas, 1998.

MARCO, Daniel Garcia. O que a Venezuela tem a ver com os valores recordes da moeda virtual bitcoin. Disponível em: . Acesso em: 27 abr. 2017.

MARCONI, Marina de Andrade; LAKATOS, Eva Maria. Fundamentos de metodologia científica. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2009. 315 p.

MICROSOFT. Now you can exchange bitcoins to buy apps, games and more for Windows, Windows Phone, and Xbox. 2014. Disponível em: . Acesso em: 20 abr. 2017.

NAKAMOTO, Satoshi. Bitcoin: a peer-to-peer electronic cash system. 2008. Disponível em: . Acesso em: 30 abr. 2017.

O GLOBO. Valor do bitcoin ultrapassa o ouro pela primeira vez. 2017. Disponível em: . Acesso em: 26 abr. 2017.

PASSOS, Carlos Roberto Martins; NOGAMI, Otto; Princípios de economia. 5 ed. São Paulo: CENGAGE LEARNING, 2009. 658 p.

PAVEHOUSE, Laura. We’re now accepting bitcoin on dell.com. 2014. Disponível em: . Acesso em: 30 abr. 2017.

PREVIDI, Gustavo de Souza. Descentralização monetária: um estudo sobre o bitcoin. Porto Alegre: Universidade Federal do Rio Grande do Sul., 2014.

PRYPTO. Bytcoins for dummies. Nova Jersey: John Willey & Sons Inc., 2016. 225 p.

PRODANOV, Cleber Cristiano; FREITAS, Ernani Cesar. Metodologia do trabalho científico. 2 ed. Novo Hamburgo: Universidade Feevale, 2013. 277 p.

QRCODE.COM. History of QR Code. Disponível em: . Acesso em: 4 jul. 2017

ROBERTSON, Sir Dennis. .A moeda. 3 ed. Rio de Janeiro: Zahar Editores,,1969. 188 p.

ROHR, Altieres; GOMES, Helton Simões. Moeda virtual bitcoin começa a ganhar espaço no comércio brasileiro. 2014. Disponível em: . Acesso em: 30 abr. 2017.

STEVENSON, John. Mining bitcoins. John Stevenson Publishing, 2013. 72 p.

TECMUNDO. Pizzas compradas em 2010 por 10 mil bitcoins valeriam US$ 21,8 milhões hoje. Disponível em: . Acesso em: 31 maio 2017.

THE GUARDIAN. Head of Mt Gox bitcoin exchange on trial for embezzlement and loss of millions. 2017. Disponível em: . Acesso em: 03 jun. 2017.

THE NEW YORK TIMES. Disruptions: betting on a coin with no realm. Disponível em: . Acesso em: 31 maio 2017.

______. Bitcoin loss highlights elusive paths of regulation. Disponível em: . Acesso em: 03 jun. 2017.

TRAUTMAN; Lawrence J. Virtual currencies: bitcoin & what now after liberty reserve, silk road, and Mt. Gox? Richmond Journal of Law and Technology, .2014. Disponível em: . Acesso em: 03 jul. 2017.

ULRICH, Fernando. Por que investir no bitcoin. 2014. Disponível em: . Acesso em: 27 abr..2017.

UNIFORM LAW COMISSION. Regulation of virtual currency businesses act. Disponível em: . Acesso em: 3 jul 2017.

UWAJEH, Alex Nkenchor. Bitcoin e a moeda virtual para iniciantes: um pequeno guia básico. Babelcube Inc., 2016. 58 p.

VIDAL, Vitor. Bitcoin: descubra sua história e momentos marcantes. 2017. Disponível em: . Acesso em: 4 jul. 2017.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.