A auditoria e os controles internos como ferramenta para demonstrar transparência na administração pública – municípios do Vale do Paranhana

Jéssica Tuane Raupp, Ailson José Vier

Resumo


O serviço público tem por objetivo a prestação de serviços à população através dos recursos arrecadados. Com isso, é essencial que haja uma administração destes recursos de forma adequada e em benefício dos cidadãos. Este artigo tem como tema a auditoria governamental e os controles internos como ferramentas para demonstrar a transparência na gestão pública e seu objetivo é mostrar a importância que a auditoria governamental e seus controles internos acrescentam à sociedade, buscando a transparência na gestão da administração dos órgãos públicos, com foco nos municípios do Vale do Paranhana. Como metodologia, utilizou-se a aplicação de entrevistas nas prefeituras com abordagem quantitativa e qualitativa, de forma exploratória, além de pesquisa bibliográfica. Com os dados coletados, pôde-se analisar de forma clara que estas ferramentas são importantes para a administração pública, buscando a transparência em sua gestão e auxiliando o gestor na tomada de decisão. Todas as prefeituras entrevistadas reconhecem a importância e trabalham na prevenção de erros e fraudes, buscando aplicar seu controle interno de forma prática e eficaz, em benefício à transparência de suas ações para a sociedade.

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, Marcelo Cavalcanti. Auditoria: Um curso moderno e completo. 7ª ed. São Paulo: Atlas, 2010.

ATTIE, Willian. Auditoria: conceitos e aplicações. São Paulo: Atlas, 1983.

______. Auditoria: conceitos e aplicações. 3. ed. São Paulo: Atlas, 2000.

______. Auditoria: conceitos e aplicações. 6ª ed. São Paulo: Atlas, 2011.

BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70 Persona, 1977.

BRASIL. Decreto-Lei nº 200, de 25 de fevereiro de 1967. Disponível em: . Acesso em: 28 mar. 2015.

______. Decreto-Lei complementar nº 131, de 27 de maio de 2009. Disponível em: . Acesso em: 19 jun.2015.

______. Decreto- Lei nº 12.527, de 18 de novembro de 2011. Disponível em: . Acesso em: 19 jun.2015.

______. Lei complementar nº 101, de 04 de maio de 2000. Disponível em: . Acesso em: 24 out 2015.

______. Portal da Transparência. Disponível em:. Acesso em: 20 jun.2015.

______. Acesso à informação. Disponível em: . Acesso em 20 jun. 2015.

BOCHENECK, Antonio Cesar. Contrabando e fronteiras. In AVRITZER, Leonardo et a. (Org.) Corrupção: ensaios e críticas. Belo Horizonte: UFMG, 2008, p. 449-470.

CASTRO, Domingos Poubel de. Auditoria e controle interno na administração pública. São Paulo: Atlas, 2008.

CHURCHILL, Gilbert A. Marketing: Criando valor para os clientes. 2. ed. São Paulo: Saraiva, 2003.

CRUZ, Flávio da. Auditoria governamental. São Paulo: Atlas, 2008.

DAHL, Robert A. Sobre a democracia. Brasília: ED. UnB, 2001.

FRANCO, Hilário; MARRA, Ernesto. Auditoria contábil. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2009.

GIL, Antônio Carlos. Como elaborar um projeto de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2002.

______. Como elaborar um projeto de pesquisa. 5. ed. São Paulo: Atlas, 2010.

GODOY, A. S. Pesquisa Qualitativa – Tipos Fundamentais. Revista de Administração de Empresas. São Paulo, v. 35, n. 3, 1995. Disponível em: . Acesso em: 21 de abr. 2015.

KOHAMA, Heilio. Contabilidade pública: teoria e prática. 10. ed. São Paulo: Atlas, 2009.

MAGALHÃES, Eliéser Forte Filho. Auditoria contábil e financeira em entidades governamentais. Ceará: Gráfica VT, 1996.

MARCONI, Mariana de Andrade; LAKATOS, Eva Maria. Técnicas de Pesquisa: Planejamento e execução de pesquisa, amostragens e técnicas de pesquisa, elaboração, análise e interpretação de dados. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2009.

MELLO, Oswaldo Aranha Bandeira de. Princípios gerais de direito administrativo. Rio de Janeiro: Florence, 1979.

OLIVEIRA, Antônio Benedito Silva. Controladoria governamental: governança e controle econômico na implementação das políticas públicas. São Paulo: Atlas, 2010.

PETER, Maria da Glória Arrais; MACHADO, Marcus Vinícius Veras. Manual de auditoria governamental. São Paulo: Atlas, 2009.

RESOLUÇÃO CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE. NBC T 16.8 – Controle Interno. Disponível em: . Acesso em: 26 de abr. 2015.

ROESCH, Sylvia Maria Azevedo. Projetos de estágio e de pesquisa em administração: guia para estágios, trabalhos de conclusão, dissertação e estudos de caso. 3º ed. São Paulo: Atlas, 2009.

SILVA, Pedro Gomes da. Controle interno na gestão pública municipal: modelo de um sistema de controle interno para municípios de pequeno porte do estado da Bahia. Universidade Federal da Bahia, 2009. Disponível em: . Acesso em: 07 de abr. 2015.

SILVA, Valmir Leôncio da. A nova contabilidade aplicada ao setor público: uma abordagem prática. 2º ed. São Paulo: Atlas, 2013.

SLOMSKI, Valmor. Manual de contabilidade pública: Um enfoque na contabilidade municipal. 2ª ed. São Paulo: Atlas, 2008.

SOBRINHO, J.H; BRITTO FILHO, L.A.F.N.de; TEIXEIRA, V.A; ROCHA, M.N.N da; SPINELLI, M.V.C.Manual de Integridade Pública e Fortalecimento da Gestão: Orientações para o Gestor Municipal. 2ª ed. Brasília: CGU, 2010.

TURISMO. Paranhana. Disponível em: . Acesso em: 19 de abr. 2015.

º Congresso da USP. Controladoria, auditoria interna e controle interno. Disponível em:. Acesso em: 07 de abr. 2015.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.