O profissional contábil e o desafio da comunicação dirigida: Um estudo descritivo com profissionais na região do vale do Paranhana/RS com seu público externo

Kétile Mariane Fortes, Michele Sarmento Pacheco

Resumo


Os profissionais contábeis, além de apurar dados e gerar informações, obedecendo às normas técnicas, aspectos legais e fiscais precisam saber se comunicar com seus clientes. Dessa forma, a mensagem precisa ser direcionada, bem planejada e estruturada. O desafio desses profissionais é fazer isso de forma consciente, por meio da comunicação dirigida e da utilização de instrumentos, podendo fazer uma análise mais assertiva dos efeitos produzidos. O objetivo geral deste trabalho é descrever as práticas da comunicação dirigida e possíveis direcionamentos dos serviços prestados pelos profissionais contábeis com o público externo. A metodologia utilizada para a realização do trabalho é a pesquisa exploratória descritiva de caráter qualitativo e pesquisa bibliográfica. A pesquisa foi realizada em dois escritórios na região do Vale do Paranhana/RS, sendo que os dados foram obtidos através da entrevista em profundidade a partir de 12 (doze) questões e da observação não participante. Após realizado o estudo, os resultados mostraram que os entrevistados possuem conhecimento sobre o que é comunicação dirigida, contudo, não existe a aplicabilidade do assunto dentro dos escritórios.

Texto completo:

PDF

Referências


ANDRADE, Cândido Teobaldo de Souza. Para Entender Relações Públicas. 4. ed. São Paulo: Loyola, 1993.

ANDRADE, Cândido Teobaldo de Souza. Psicossociologia das Relações Públicas. 2. ed. São Paulo: Loyola, 1989.

BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições, 1997.

BEHLAU, Mara. Um Futuro de desafios e Oportunidades. CRC RS - Revista do Conselho Regional de Contabilidade do Rio Grande do Sul. v. 18, fev. 2014.

CESCA, Cleuza G. Gimenes. Comunicação Dirigida Escrita na Empresa – Teoria e Prática. São Paulo: Summus, 1995.

______. Comunicação Dirigida Escrita na Empresa – Teoria e Prática. São Paulo: Summus, 2006.

COELHO, Claudio Ulysses Ferreira; LINS, Luiz dos Santos. Teoria da Contabilidade. São Paulo: Atlas, 2010.

DUARTE, Jorge; BARROS, Antônio. Métodos e Técnicas de Pesquisa em Comunicação. São Paulo: Atlas, 2010.

FACULDADES INTEGRADAS DE TAQUARA. Manual para elaboração e apresentação de trabalho de curso. Taquara: Faccat, 2013.

FORTES, Waldyr Gutierrez. Relações Públicas, processo, funções, tecnologia e estratégias. São Paulo: Summus, 2003.

FRANÇA, Fabio. Públicos – Como identificá-los em uma nova visão estratégica. São Caetano do Sul: Yendis, 2004.

GIL, Antônio Carlos. Técnicas de Pesquisa em Economia e Elaboração de Monografias. São Paulo: Atlas, 2002.

______. Como elaborar projetos de pesquisa. São Paulo: Atlas, 2010.

GRECO, Alvísio; AREND, Lauro. Contabilidade Teoria e Práticas Básicas. São Paulo: Sagra Luzzatto, 2001.

IUDÍCIBUS, Sergio; MARION, José Carlos. Introdução a Teoria da Contabilidade. São Paulo: Atlas, 2002.

JUNG, Carlos Fernando. Metodologia para pesquisa e desenvolvimento. Aplicada a novas tecnologias, produtos e processos. Rio de Janeiro: Axcel Books do Brasil,

KUNSCH, Margarida M. K. Planejamento de Relações Públicas na Comunicação Integrada. São Paulo: Summus, 2003.

LAKATOS, Eva Maria; MARCONI, Marina de Andrade. Técnicas de Pesquisa. 7. ed. São Paulo: Atlas, 2009.

PORTAL DA CONTABILIDADE. O perfil do profissional contábil. . Acesso em: 01 de jul. 2014.

RABAÇA, Carlos Alberto; BARBOSA, Gustavo Guimarães. Dicionário de Comunicação. Rio de Janeiro: Elsevier, 2001.

REGO, Francisco G. Torquato do. Comunicação Empresarial, Comunicação Institucional: conceitos, estratégias, sistemas, estrutura, planejamento e técnicas. São Paulo: Summus, 1986.

SÁ, Antônio Lopes. Teoria da Contabilidade. São Paulo: Editora Atlas, 2010.

SANTOS, José Luiz dos; SCHMIDT, Paulo; GOMES, Jose Mario Matsumura; FERNADES, Luciane Alves. Introdução à Contabilidade. São Paulo: Atlas, 2003.

SILVA, Antonio Carlos Ribeiro da. Metodologia da pesquisa aplicada à contabilidade: orientação de estudos, projetos, artigos, relatórios, monografias, dissertações, teses. São Paulo: Atlas, 2003.

SIMÕES, Roberto Porto. Relações Públicas: Função Política. 7. ed. São Paulo: Summus, 1995.

SISTEMA PÚBLICO DE ESCRITURAÇÃO DIGITAL. SPED que é? Disponível em: . Acesso em: 01 de jul. 2014.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.