GOVERNANÇA CORPORATIVA EM INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR PRIVADAS LOCALIZADAS NO RIO GRANDE DO SUL

Paula Franciele Grings, Ailson José Vier

Resumo


O objetivo deste trabalho é descrever as instituições de ensino superior privadas, localizadas no Rio Grande do Sul, quanto à utilização das boas práticas de Governança Corporativa. Para alcance do objetivo, o procedimento metodológico de pesquisa foi descritivo-exploratório, de caráter quali-quantitativo, tendo como método a pesquisa de campo. Quanto à coleta de dados, esse se deu por meio de um questionário com questões dissertativas e de múltipla escolha. A amostra é formada por 4 (quatro) instituições de ensino superior privadas selecionadas a partir do Censo da Educação Superior 2016, das quais se obteve resposta aos questionários. Após análise das respostas, evidenciou-se que muitas recomendações já são praticadas nas instituições e constatou-se tendência à maior aderência às práticas de Governança Corporativa, visto o grau de importância atribuído pelos gestores às recomendações presentes nos questionamentos.

Texto completo:

PDF

Referências


BORGERTH, Vania Maria da Costa. SOX: entendendo a Lei Sarbanes-Oxley. São Paulo: Thomson Learning, 2007.

BRASIL. Regimento Interno da Comissão de Valores Mobiliários - Portaria nº 327, de 11 de Julho de 1977. Disponível em: . Acesso em: 10 jun. 2018.

CADBURY, Report. The Financial Aspects of Corporate Governance. Disponível em: . Acesso em: 02 abr. 2018.

CERVO, Amado Luiz; BERVIAN, Pedro Alcino. Metodologia científica. 3. ed. São Paulo: Mc Graw-Hill do Brasil, 1983.

IBGC – Instituto Brasileiro de Governança Corporativa. Disponível em: . Acesso em: 10 mar. 2018.

INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA. Sinopse Estatística da Educação Superior 2016. Brasília: Inep, 2017. Disponível em: < http://portal.inep.gov.br/web/guest/sinopses-estatisticas-da-educacao-superior>. Acesso em: 29 de Abril de 2018.

______. Sinopse Estatística da Educação Superior 2015. Brasília: Inep, 2016. Disponível em: < http://portal.inep.gov.br/web/guest/sinopses-estatisticas-da-educacao-superior>. Acesso em: 29 de Abril de 2018.

______. Sinopse Estatística da Educação Superior 2014. Brasília: Inep, 2015. Disponível em: < http://portal.inep.gov.br/web/guest/sinopses-estatisticas-da-educacao-superior>. Acesso em: 29 de Abril de 2018.

______. Sinopse Estatística da Educação Superior 2013. Brasília: Inep, 2014. Disponível em: < http://portal.inep.gov.br/web/guest/sinopses-estatisticas-da-educacao-superior>. Acesso em: 29 de Abril de 2018.

______. Sinopse Estatística da Educação Superior 2012. Brasília: Inep, 2013. Disponível em: < http://portal.inep.gov.br/web/guest/sinopses-estatisticas-da-educacao-superior>. Acesso em: 29 de Abril de 2018.

______. Sinopse Estatística da Educação Superior 2011. Brasília: Inep, 2012. Disponível em: < http://portal.inep.gov.br/web/guest/sinopses-estatisticas-da-educacao-superior>. Acesso em: 29 de Abril de 2018.

______. Sinopse Estatística da Educação Superior 2010. Brasília: Inep, 2011. Disponível em: < http://portal.inep.gov.br/web/guest/sinopses-estatisticas-da-educacao-superior>. Acesso em: 29 de Abril de 2018.

______. Sinopse Estatística da Educação Superior 2009. Brasília: Inep, 2010. Disponível em: < http://portal.inep.gov.br/web/guest/sinopses-estatisticas-da-educacao-superior>. Acesso em: 29 de Abril de 2018.

______. Sinopse Estatística da Educação Superior 2008. Brasília: Inep, 2009. Disponível em: < http://portal.inep.gov.br/web/guest/sinopses-estatisticas-da-educacao-superior>. Acesso em: 29 de Abril de 2018.

______. Sinopse Estatística da Educação Superior 2007. Brasília: Inep, 2008. Disponível em: < http://portal.inep.gov.br/web/guest/sinopses-estatisticas-da-educacao-superior>. Acesso em: 29 de Abril de 2018.

LAKATOS, Eva Maria; MARCONI, Marina de Andrade. Fundamentos de metodologia científica. 3. ed. rev. e ampl. São Paulo: Atlas, 1991.

LAKATOS, Eva Maria; MARCONI, Marina de Andrade. Fundamentos de metodologia científica. 6. ed. – 7 reimp. São Paulo: Atlas, 2009.

LODI, João Bosco. Governança Corporativa. O Governo da Empresa e o Conselho de Administração. 5. ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2000.

MAHONEY, William F. Robert Monks: Acionista ativista em governança corporativa. Revista RI, Rio de Janeiro, ano 2011, n.157, p. 16-25, out. 2011.

OECD. G20/OECD Principles of Corporate Governance. Paris: OECD, 2015. Disponível em: < http://dx.doi.org/10.1787/9789264236882-en>. Acesso em 10 abr. 2018.

OTT, Ernani. Técnicas de Pesquisa em contabilidade. São Leopoldo: UNISINOS, 2012.

POLIZEL, Caio; STEINBERG, Herbert. Governança Corporativa na educação superior. Casos práticos de instituições privadas (com e sem fins lucrativos). 1. ed. São Paulo: Saraiva, 2013.

PRODANOV, Cleber Cristiano; FREITAS, Ernani Cesar de. Metodologia do trabalho científico: Métodos e técnicas da pesquisa e do trabalho acadêmico. 2. ed. Novo Hamburgo: Feevale, 2013.

ROSSETTI, José Paschoal; ANDRADE, Adriana. Governança Corporativa: Fundamentos, desenvolvimento e tendências. 7. ed. São Paulo: Atlas, 2016.

SCHOELER, Telmo. O balanço de duas décadas no Brasil. Revista RI, Rio de Janeiro, ano 2018, n.220, p. 30-31, abr. 2018.

SILVEIRA, Alexandre di Miceli da. Governança Corporativa: No Brasil e no mundo. 2. ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2015.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.